Design


Projetos de alunas da EBAC vencem 15º Prêmio Internacional de Design

O programa de bacharelado britânico em Design Gráfico e Ilustração continua em festa com a vitória de alunas da EBAC no 15º Prêmio Internacional de Design (15th International Design Awards). Criado em 2007 e com escritórios em Los Angeles e Budapeste, O IDA anualmente convida arquitetos, designers de interiores, designers de produto, designers gráficos e designers de moda a enviarem seus trabalhos criativos para um dos prêmios de design mais respeitados do mundo. Os premiados assim recebem reconhecimento mundial por seus projetos criativos. Leia na íntegra.
Criado em 2007 e com escritórios em Los Angeles e Budapeste, O IDA anualmente convida arquitetos, designers de interiores, designers de produto, designers gráficos e designers de moda a enviarem seus trabalhos criativos para um dos prêmios de design mais respeitados do mundo.
O programa de bacharelado britânico em Design Gráfico e Ilustração continua em festa com a vitória de alunas da EBAC no 15º Prêmio Internacional de Design (15th International Design Awards). Criado em 2007 e com escritórios em Los Angeles e Budapeste, O IDA anualmente convida arquitetos, designers de interiores, designers de produto, designers gráficos e designers de moda a enviarem seus trabalhos criativos para um dos prêmios de design mais respeitados do mundo. Os premiados assim recebem reconhecimento mundial por seus projetos criativos.

Os projetos submetidos pelas alunas da EBAC receberam três prêmios na categoria bronze e um na categoria prata, marcando mais uma ocasião de celebração para o programa BA Hons em Graphic Design & Illustration (confira a recente exposição “uma dúzia”). Os projetos vencedores, desenvolvidos no final de 2019 e início de 2020, tiveram pleno apoio do departamento de design e do estúdio de impressão da faculdade. “Estou 100% confiante de que meu programa continuará fornecendo inscrições vencedoras no campo de prêmios internacionais de design gráfico e ilustração a cada ano”, comentou Jaygo Bloom, coordenador do BA Hons. Veja a seguir cada um dos projetos vencedores:
1. Número Zero – Prêmio Prata na categoria Multimídia/Animação e Bronze na categoria Outros Projetos em Design
Este vídeo conceito de marca foi desenvolvido com o objetivo de divulgar e apoiar o lançamento da revista Número Zero, uma revista digital feita por alunos da universidade. Usando a tecnologia artificial de fotos efêmeras de pessoas falsas, a identidade de quem participou da revista fica em dúvida. A voz na narração é feita por uma fala gerada por computador, ainda seguindo o prognóstico digital da identidade do design gráfico. Este vídeo de 2 minutos busca explorar as diretrizes da construção da revista, mas também trazer uma introdução ao mundo da Número Zero.

Sobre as alunas e orientadores do projeto

Alunas do BA Hons em Design Gáfico: Letícia Souza, Bruna Sade, Amanda Teixeira
Orientadores: Luana Graciano, Cadu Riccioppo
Submissão do projeto no IDA
2. 40/25 Year Old – Prêmio Bronze na categoria Multimídia/Animação
Construindo uma narrativa dentro de uma citação do livro “The Age of Earthquakes”, este projeto visa trazer um duelo tecnológico da personalidade de cada um. Ao criar um live coding imersivo, a câmera de um computador substitui os pixels de sua captura por uma fotografia de um homem preso acusado de “catfish”. Catfish é um termo usado para se referir a pessoas que criam perfis falsos na Internet para enganar outros usuários emocionalmente e/ou financeiramente envolvidos com elas. O termo é a base para o tema do cartaz ao tirar a foto de uma jovem mulher e expor a dualidade de estar atrás de uma tela escondendo seu verdadeiro rosto.

Sobre a aluna e orientadores do projeto

Aluna do BA Hons em Design Gáfico: Letícia Souza
Orientadores: Julio Mariutti, Jaygo Bloom
Submissão do projeto no IDA
3. Exposição Bota Pra Fora — Prêmio Bronze na categoria Impressão e Material Promocional
“Bota Pra Fora” é uma mostra de design ficcional que durou 24 horas no coração de São Paulo e tomou forma como diversas exposições “relâmpago”. A identidade foi inspirada no Dr. John Cooper Clarke, um poeta performático inglês que se tornou famoso durante a era do punk rock do final dos anos 1970. O design busca evidenciar as diversas facetas do artista e sua profundidade, a tipografia foi explorada e distorcida em um processo manual para emular o design da era punk. De maneira semelhante, escolhas visuais se unem para representar o artista e sua obra.

Sobre  a aluna e orientadores do projeto

Aluna do BA Hons em Design Gáfico: Bruna Sade
Orientadores: Julio Mariutti, Jaygo Bloom
Submissão do projeto no IDA