Audiovisual

7 dicas para fotografar usando seu smartphone

Hoje em dia, os consumidores não querem saber de imediato se os modelos a ou b de smartphones conseguem fazer ligações sem ruídos, mas se suas respectivas câmeras são de qualidade. Evidentemente, as câmeras tradicionais ainda são importantes, qualquer fotógrafo profissional irá precisar de sua Canon, Sony ou Nikon. Entretanto, a câmera do smartphone tornou-se ideal para o usuário comum. Reunimos neste artigo algumas dicas para que você extraia o máximo da câmera de seu telefone. Mais detalhes na íntegra.
Quem nunca teve uma câmera digital como o modelo Cyber-shot da Sony? Ao longo da última década, vimos a quebra do mercado de câmeras compactas, o compartilhamento de fotos explodir nas redes sociais e os smartphones evoluirem trazendo as câmeras mais tecnológicas do mercado. Hoje em dia, os consumidores já não querem saber de imediato se os modelos a ou b de celulares conseguem fazer ligações sem ruídos, mas se suas respectivas câmeras são de qualidade. Blogueirinhas, né, amores?

Evidentemente, as câmeras tradicionais ainda são importantes. Qualquer fotográfo profissional irá precisar de sua Canon, Sony ou Nikon. Entretanto, a câmera do smartphone tornou-se ideal para o usuário comum. Sendo assim, reunimos 7 dicas para garantir que você esteja obtendo o máximo da câmera do seu telefone, não importa se você tem um iPhone ou Android. Confira a lista completa abaixo:
Nesta época de pandemia da covid-19, higinienizar seu telefone é uma necessidade. Preste atenção, hein?

1. Mantenha as lentes limpas


As fotos estão embaçadas? Este é o maior problema que vemos nas câmeras dos smartphones. Como as lente são pequenas, é muito fácil sujá-las enquanto você usa o smartphone para outras tarefas. Como todos nós passamos o dia todo tateando nossos telefones, recomendamos sempre limpar as lentes com um lenço antes de começar a tirar fotos. Este conselho também é essencial quando trata-se da câmera frontal. Quem deseja selfies dignas de muitas curtidas e compartilhamentos precisa focar na limpeza e na nitidez da câmera do smartphone. Ah, nesta época de pandemia da covid-19, higinienizar seu telefone é uma necessidade. Preste atenção, hein?

Muitos smartphones atualmente oferecem o enfoque por toque. Basta tocar no que você deseja em foco na tela e, assim, a própria camera se ajustará.
2. Foco no foco

O foco é responsável pela criação de uma foto. Apesar do fato das câmeras estarem muito melhores quando é assunto é foco, não basta apontar para um objeto e apertar o botão. Portanto, reserve um tempo para certificar-se que sua foto esteja devidamente em foco.

Muitos smartphones atualmente oferecem o enfoque por toque. Basta tocar no que você deseja em foco na tela e, assim, a própria camera se ajustará. Se não conseguir fazê-lo, talvez você esteja perto demais do objeto, pessoa ou paisagem. Quando for assim, tente recuar um pouquinho.

Recentemente, a ascensão do modo do bokeh e a popularização do retrato frontal significou a facilidade para criar um efeito de profundidade de campo. Embora isso possa remover detalhes do fundo que distraem e auxiliar no destaque do objeto em foco, estes estilos deixam as fotografias artificiais. Alguns smartphones permitem variar a intensidade desse efeito e, muitas vezes, diminuí-lo gerando um resultado mais satisfatório. Contudo, fica a nossa dica: vale a pena avaliar se uma foto fica realmente boa com esses efeitos ou não.
Os fotógrafos costumam usar a regra dos terços para estabelecer uma composição ideal.
3. Composição

Reflita no que você está vendo e no que sua fotografia irá registrar. Você pode até alterar detalhes de sua imagem depois, mas se ela estiver repletas de elementos distrativos no fundo ou informações que não estejam claras, então o resultado irá decepcionar.

Os fotógrafos costumam usar a regra dos terços para estabelecer uma composição ideal. Imagine a cena que você está focando sobreposta por uma grade ao estilo do jogo da velha. Os elementos importantes devem ser alinhados ao longo dessas linhas, ou na interseção delas para criar um maior impacto. É simples e funciona!
Tente primeiramente refletir sobre a posição do Sol quando tirar seu smartphone do bolso.
4. Observe a luz solar

Os dias ensolarados são ótimos para tirar lindas fotos aquele com o céu azul e o verde da natureza como planos de fundo. Porém, tente primeiramente refletir sobre a posição do Sol quando tirar seu smartphone do bolso. Se a luz estiver bastante intensa, tente usar sua mão para sombrear a lente (cuidado para nao tampá-la). Ao fotografar pessoas, observe onde as sombras caem e pense no melhor ângulo parar registrar seu clique. Afinal, você não quer só a silhueta de uma sombra numa paisagem paradisíaca só porque não considerou a luz solar, né?

Mas nossa estrela mais próxima oferece várias oportunidades e usar um Sol mais baixo – pela manhã ou final da tarde - para criar silhuetas e sombras longas é uma ótima maneira para garantir um resultado diferente. Vamos tentar?
Em condições de pouca luz, desligar o flash pode ser a melhor coisa a fazer.
5. Nem sempre considere o flash

Frequentemente, o flash de um smartphone não é dos melhores e, em muitos casos, você terá resultados muito melhores sem usar o flash traseiro. Em condições de pouca luz, desligar o flash pode ser a melhor coisa a fazer. Há vários exemplos de quando desligar o flash é uma excelente ideia. Vai fotografar em um show no escuro? O flash não vai conseguir captar o palco de qualquer maneira, então desligue-o. Está num zoológico e mirou sua câmera para um vidro? Você não estará apenas tirando uma foto ruim, mas irá assustar os animais. Não assuste os animais.

Entretanto, os flashes podem ser úteis. O flash traseiro pode ser mais eficaz quando você está fotografando à luz do dia e o problema reside nas sombras. Quando utilizado desta maneira, o flash pode fornecer excelentes resultados em retratos, por exemplo. O flash frontal geralmente pode ajudar você a tirar uma selfie no escuro, onde, de outra forma, você não conseguiria nenhum resultado. Portanto, embora digamos que 90% das vezes você ficará melhor sem ele, lembre-se de que o flash sempre estará está lá para auxiliar.
A maioria dos modos noturnos em smartphones permite que você grave cenas com a câmera na mão que eram impossíveis há apenas alguns anos.
6. Use o modo noturno

O modo noturno é a maior mudança na fotografia de smartphone ocorrida nos últimos 5 anos. Você só terá essa opção se tiver um telefone recente, mas os celulares do Google, iPhones, Huawei, Samsung e outros mais recentes têm algum tipo de opção noturna. Se for sair à noite, use o modo noturno para fotografar.

A maioria dos modos noturnos em smartphones permite que você grave cenas com a câmera na mão que eram impossíveis há apenas alguns anos. O modo noturno é uma função da câmera digital usada quando você tira fotos em situações de pouca luz - ou à noite. Ao tirar fotos no modo noturno, a câmera digital usa uma velocidade de obturador longa para capturar os detalhes da cena e também dispara o flash da câmera para iluminar o objeto e/ou primeiro plano da foto.
Considere enquadrar seu vídeo para que funcione nos formatos vertical, horizontal e quadrado, assim você terá as melhores opções no futuro.
7. Vídeos verticais

Ok, então não é uma foto, mas é um problema. Fotos verticais funcionam, até mesmo os grandes mestres pintaram em modo retrato, mas precisamos falar sobre vídeos verticais.

Bom, o vídeo vertical só funciona se a pessoa que está visualizando esse vídeo estiver assistindo em um telefone, como no stories do Instagram, Snapchat ou TikTok. Não funciona na TV, devido ao problema óbvio de que a TV em si não é vertical, é horizontal.

Portanto, enquanto você está considerando todas as ótimas maneiras de tornar as fotos melhores, pense também no vídeo. Se você estiver gravando um vídeo de uma cena incrível, gire seu telefone para a horizontal para que não tenhamos que olhar para as bordas desfocadas. Ou considere enquadrar seu vídeo para que funcione nos formatos vertical, horizontal e quadrado, assim você terá as melhores opções no futuro.

Quer aprender tudo sobre fotografia?

O mundo atualmente nunca girou tanto em torno das imagens. Elas estão nas redes sociais, em anúncios, blogs, sites, editoriais. Uma imagem vale mais que mil palavras, todo já sabemos. Pensando nisso, a EBAC lança o curso em Fotografia.


O curso é indicado tanto para amantes da fotografia que desejem aprimorar suas habilidades, quanto para fotógrafos profissionais, influenciadores e produtores de conteúdo digital que queiram dar um acabamento mais sofisticado para suas imagens fotográficas. Ao fim do programa, você terá um panorama completo de todas as etapas do trabalho fotográfico. Os projetos finais desenvolvidos irão enriquecer seu portfólio e sua página pessoal, aumentando as chances de conquistar novos clientes e novos seguidores para suas redes sociais.


Nosso professor: Feco Hamburger


Fotógrafo, artista visual e professor. Consagrado na moda, na publicidade e no meio artístico, Feco Hamburguer já assinou campanhas para Puket, Adidas, Hope, Procter & Gamble, Riachuelo e TIM. Seu trabalho já foi publicado em capas e matérias das revistas Cláudia, Daslu, Elle, Marie Claire, Serafina e TPM. Recebeu o Prêmio Abril de Jornalismo e Menção Especial no Prêmio Brasil de Fotografia. “O Falcão Peregrino” (2019), seu primeiro livro, foi selecionado para o Festival Zum (2019) e integrado à Biblioteca de Fotografia do Instituto Moreira Salles (IMS).