Audiovisual

Dicas para você começar a produzir um Podcast

Ter um podcast para chamar de seu não requer grandes investimentos, mas um bom planejamento é bem-vindo. Confira como produzir o seu.

Jul 14, 2022

O Brasil é o terceiro país que mais consome podcasts no mundo! Segundo o estudo da plataforma CupomValido.com.br, com dados da Statista e IBOPE, ficamos atrás apenas da Suécia e Irlanda quanto à porcentagem de população consumidora desse formato de conteúdo em áudio.

Com essa grande popularidade do formato, muitas pessoas têm se interessado em produzir esse tipo de conteúdo. Por isso, separamos algumas dicas para ajudar você que deseja começar o seu próprio podcast.

Escolha um tema que você domine bem

Escolher o tema é o seu ponto de partida na produção de um podcast. Saber sobre o que você irá falar em seus episódios será determinante para todos os outros passos.

O público deseja ouvir conteúdos originais e verdadeiros. Portanto é mais fácil falar sobre algo que você já sabe. Se você não domina o mundo das finanças, não queira falar sobre investimentos. Se entende muito bem sobre política, esse pode ser um bom caminho para você.

Um bom exemplo de podcast que possui um tema bem definido é o Discoteca Básica. Comandado por Ricardo Alexandre, o tema principal do podcast é falar sobre música com foco nas histórias por trás dos discos. Há episódios que fogem um pouco das histórias dos discos, mas o tema central nunca deixa de ser música.

Tenha uma linha editorial, mas tente não restringir demais

A linha editorial é, de maneira geral, a essência dos assuntos abordados, do tipo de conteúdo e os valores que fazem parte da sua comunicação. Essa “essência” funciona como uma visão ampla dos temas que podem ou não fazer parte do seu conteúdo.

Por exemplo, o podcast Mano a Mano, um dos mais populares do Brasil, deixa claro em sua própria descrição “Se prepare para ouvir assuntos importantes, interessantes, relatos inéditos e controversos com convidados amados ou odiados - você decide!”. Desde o seu lançamento, em 2021, o podcast tem seguido essa linha editorial e apresentado opiniões e debates seguindo suas premissas.

É importante ter uma linha editorial para que o público saiba sobre o que é o seu conteúdo, mas procure não optar por um tema muito específico. Isso poderá restringir não apenas o público que pode se interessar sobre o seu conteúdo, mas também a quantidade de assuntos que você poderá abordar em seus episódios.

Determine o tipo do seu podcast e como você deseja transmitir a sua mensagem

Quando você já sabe sobre o que deseja falar, é hora de pensar como deseja abordar isso para o público. O tipo de podcast determinará o planejamento da distribuição de conteúdo.

MesaCast e entrevistas

O “mesacast” é uma espécie de mesa redonda de áudio. Nele há mais de um participante compartilhando informações, conhecimentos e opiniões sobre determinados assuntos. Esse formato normalmente conta com um ou dois apresentadores que conversam com um ou mais convidados.

Entrevistar convidados e especialistas em determinados assuntos que fazem parte da sua linha editorial é uma forma bastante dinâmica de passar uma mensagem e compartilhar informações com o público.

Exemplos de podcasts nesse formato: Mamilos e Mano a Mano.

Apresentação individual e storytelling

Nesse formato, há apenas uma pessoa conduzindo o programa. Há menos debate e geralmente é centrado em uma história única. É necessário ter bastante habilidade com as palavras para poder manter o público entretido e dialogar com os interesses de quem está ouvindo.

No quesito storytelling, que é a habilidade de contar histórias com enredo elaborado e narrativa envolvente, há diferentes assuntos para serem trabalhados. Podem ser fatos históricos, true crime, audiodramas, documentários, que têm em sua essência o contar uma história.

Exemplos famosos desse tipo de podcast: Não Inviabilize, A Mulher da Casa Abandonada, O Caso Evandro.

Informativos e noticiário

Este outro formato, como o próprio nome sugere, tem por essência informar o público. Não muito diferente da rádio notícia, são programas que contam com episódios periódicos (diários, semanais ou mensais) que mantêm o público a par de determinadas notícias.

Exemplos de podcasts informativos: Café da Manhã, Petit Journal, Durma com Essa.

Faça um planejamento de conteúdo e estrutura

Seguindo a linha editorial que você escolheu, liste os assuntos que você pode abordar em diferentes episódios. Faça desdobramentos desses assuntos e comece a elaborar um plano de conteúdo.

Comece a planejar também qual será o tempo de duração dos episódios, a periodicidade de lançamento e como será a estrutura de cada um. Haverá uma abertura, uma vinheta, apresentação de convidados, apresentação própria? Pense em todos esses momentos, eles serão a base para todos os programas.

O mais comum é que os podcasts sejam divididos da seguinte forma:

  • Abertura ou vinheta;
  • Apresentação do tema do programa e dos convidados (quando houver);
  • Gancho e introdução para o conteúdo principal;
  • Conteúdo principal e discussões (quando houver).

Determine os apresentadores e convidados

Se o formato de podcast que você escolher envolver a presença de outros participantes, faça uma lista de pessoas de acordo com cada episódio e comece a fazer contatos.

Fazer essa lista com antecedência pode te ajudar a conseguir horários na agenda destas pessoas e a saber quais dos contatos que você tem em mente não poderão participar.

Tenha a estrutura necessária para começar

Apesar de ser possível gravar, editar e publicar um podcast pelo celular, o mais indicado é que você opte por montar uma estrutura de gravação, mesmo que simples, para produzir seu conteúdo com uma qualidade mais profissional, na medida do possível. Por isso, nesta etapa talvez seja necessário separar um orçamento para compra de equipamentos.

Ambiente e ruídos

O primeiro passo na gravação é ter um ambiente correto. Procure por ambientes mais silenciosos, para evitar ruídos e sons indesejados na sua gravação.

Se possível, busque por ambientes com uma boa acústica. Por exemplo, evite gravar em uma sala grande e vazia para não ter muita reverberação da sua voz. Ambientes com objetos que absorvem melhor as ondas sonoras, como tapetes, cortinas, madeira e espumas terão uma acústica melhor para a gravação.

Microfone

Para gravar um som de qualidade, você vai precisar de um bom microfone. Há diversos modelos disponíveis no mercado e a escolha do modelo mais adequado para você vai depender de como ele será utilizado.

Microfone condensador (imagem ilustrativa)

Um dos mais utilizados por podcasters é o condensador, que possui alta sensibilidade ao som e consegue captar o áudio de forma mais profissional. Mas atenção, esse modelo de microfone muitas vezes requer o uso de uma interface de áudio externa para se conectar ao computador.

Software para gravação de áudio

Para a gravação do áudio em seu computador, será necessário utilizar um software. Há alguns modelos disponíveis na internet, com diferentes níveis de complexidade de uso. Um dos mais comuns para iniciantes é o Audacity, que apresenta baixa complexidade de uso e oferece todas as ferramentas necessárias para uma boa gravação.

Faça a edição do conteúdo do seu podcast

Mesmo que muitos podcasts sejam baseados em conversas, é necessário editar o conteúdo gravado. Essa edição pode envolver desde cortes de determinados sons e falas indevidas, até um certo tratamento do áudio para melhorar sua qualidade. Tudo vai depender da qualidade da sua captação e do seu nível de conhecimento em edição de áudio.

Para realizar a edição, você também precisará de um software próprio. Pode ser que você utilize o mesmo programa para gravar e editar o conteúdo, como é o caso do Audacity que falamos anteriormente.

Publique o seu podcast: onde e como distribuir o seu conteúdo

Depois de planejar, gravar e editar, é hora de publicar o seu conteúdo na internet para que as pessoas possam ouvi-lo. Para publicar um podcast você precisará hospedá-lo em algum lugar e viabilizar a distribuição nas plataformas de streaming.

Hoje, a plataforma mais utilizada para publicação de podcasts é o Anchor, uma plataforma do Spotify que funciona para a gravação, edição, hospedagem e distribuição de conteúdo. Através do Anchor é possível publicar o seu podcast não apenas no Spotify, mas também em outras plataformas.

A divulgação também é parte da produção de um podcast!

Não basta apenas publicar o seu podcast na internet, é preciso fazer com que as pessoas saibam de sua existência e, principalmente, que elas consumam o seu conteúdo.

Portanto, é necessário ter um plano de ação para divulgar o conteúdo que você está fazendo. Utilize redes sociais para comunicar a estreia de novos episódios, experimente publicar pequenos trechos do conteúdo, faça um cronograma de postagens, teste diferentes tipos de divulgação.

O importante aqui é fazer com que todo o seu trabalho na produção do conteúdo do podcast chegue às pessoas de interesse e tenha o seu devido reconhecimento.

Todas estas dicas podem te ajudar a começar o seu primeiro podcast do seu jeito. Hoje em dia também é possível se especializar na área com cursos profissionalizantes, como o curso de Produção de Conteúdo em Áudio da EBAC, comandado pelo professor André Palme.