Os desafios na detecção de deepfake com inteligência artificial

Demonstração
05 de agosto de 2021, 19:00

Quando a tecnologia de troca de rostos e vozes com movimentos realistas é utilizada para o entretenimento ou educação, os cientistas celebram. No entanto, como tudo em tecnologia, uma ferramenta desenvolvida para o bem eventualmente pode ser utilizada para enganar a imagem de políticos, personalidades, dentre outros profissionais, essa técnica se torna perigosa. Nesse evento, vamos entender o que é a técnica, como ela é desenvolvida e quais os maiores desafios no reconhecimento de vídeos falsos.

Palestrante

Arthur Fortes
Doutorado em Ciências da Computação

Arthur Fortes — Possui graduação, mestrado e doutorado em Ciências da Computação pelo Centro de Ensino Unificado de Teresina (2012) e pela Universidade de São Paulo (2015 e 2019), respectivamente. Suas áreas de interesse incluem Deep Learning, Visão Computacional, Processamento de Linguagem Natural e Sistemas de Recomendação. Atualmente trabalha como Especialista em modelagem na empresa ClearSale.

A quem pode interessar


  • Profissionais de dados que buscam conhecer mais sobre desafios da inteligência artificial
  • Interessados em aprender uma nova técnica que está em alta na área de TI
  • Profissionais de TI que querem se surpreender com a capacidade de métodos de IA


Sobre o que vamos falar?


  1. O que é deepfake
  2. Quais dados, métodos e ferramentas estão envolvidos na produção de um deep fake
  3. Quais as maiores dificuldades da técnica
  4. Como a técnica pode se tornar problemática e perigosa