Marketing
5 dicas de sucesso durante a mudança de carreira
A trajetória de uma carreira nem sempre é linear. É incrivelmente comum profissionais de inúmeras áreas trocarem seus campos de atuação por uma trajetória completamente diferente até o momento presente.

Entretanto, levar adiante uma mudança de carreira não é uma decisão fácil. Neste cenário de crise econômica e desemprego no qual vivemos, toda cautela é mínima. Se você já está empregado, é preciso avaliar os riscos e oportunidades e traçar uma estratégia de médio e longo prazo. Quem sabe o primeiro passo para concretizar aquela tão sonhada mudança se tornará viável com uma nova formação? Além do mais, se você está procurando um cargo de liderança em sua própria empresa ou departamento, a principal dica sempre será a qualificação contínua.

A questão salarial não é a principal razão para uma mudança de carreira ou empresa. Frequentemente, alguém que busca uma transição profissional quer uma outra perspectiva em relação ao seu próprio desenvolvimento, deseja adquirir novos conhecimentos através do aprendizado e, sobretudo, está correndo atrás de novos desafios e oportunidades.

Para quem busca uma recolocação no mercado de trabalho e quer trilhar outros caminhos profissionais, este é o momento mais propício para investir em educação, criar seu próprio portfólio e fazer networking (com distanciamento social). Disciplina e planejamento são altamente recomendados. Neste artigo, compilamos 5 dicas de sucesso que irão auxiliar na sua transição de carreira:
Reflita em suas forças, fraquezas e áreas de melhoria.
1. Pesquise e faça uma avaliação sobre o mercado

Um bom exercício para avaliar o mercado é pesquisar as vagas disponíveis no LinkedIn ou em sites de vagas. Desta maneira, você terá uma boa percepção de quão aquecido está o campo de atuação que sonha em trabalhar. Não esqueça de colocar numa planilha as principais habilidades requisitadas.

2. Olhe-se no espelho: hora da autoanálise

Agora que já sabe quais são as exigências do mercado em termos de habilidades, formação e outros requisitos, está na hora de encarar o espelho e fazer aquela autoanálise sincera. Reflita em suas forças, fraquezas e áreas de melhoria. É válido considerar se o que você vivenciou em sua trajetória acadêmica e profissional pode ser um álibi para seu projeto.
Planejamento é chave. Nenhuma mudança de carreira acontece do dia para a noite.
3. P-L-A-N-E-J-A-M-E-N-T-O

Planejamento é chave. Nenhuma mudança de carreira acontece do dia para a noite. É uma estrada que exige disciplina e, sobretudo, organização. Sendo assim, planeje sua transição em diferentes etapas separando-as por competências. As possibilidades de cenários são várias: talvez você precise de um curso de idiomas para aprimorar seu inglês, por exemplo. Tente organizar a quantidade de tempo e esforço que será necessário para que seu nível esteja no intermediário. Ou ainda, para mudar de carreira talvez seja necessário que você aprenda um software específico. Neste caso, reflita sobre quanto tempo você levará para adquirir o nível de conhecimento considerado profissional. Não esqueça de estabelecer uma organização financeira para concretizar seus objetivos.

4. Qualifique-se e faça conexões

Esta dica é uma continuação da anterior. Não adianta dar um salto maior que a perna, já dizia o velho ditado. Uma mudança de carreira bem-sucedida exige mais consistência que velocidade. Corra atrás das competências que necessita e invista na sua educação: cursos técnicos, extensão, idiomas, especialização, pós-graduação. Porém, faça-os de acordo com seu tempo e disposição. Atualmente, os cursos on-line são uma ótima solução. Já viu os nossos?

Se está em busca de uma recolocação, crie conexões no LinkedIn, por exemplo, que permitam desenvolver contatos que abrirão portas para futuras oportunidades. Converse com profissionais que já atuam na área que deseja para compreender o cotidiano corporativo e as principais demandas.
5. Não seja perfeccionista

Você não precisa ter 100% de todas as habilidades para uma vaga para ser considerado um forte candidato. Na verdade, é extremamente raro que alguém seja um match milimetricamente perfeito para uma vaga. Os profissionais em recursos humanos já consideram competitivos os candidatos com 80% e 85% das habilidades e competências. Portanto, não se julgue e confie no seu potencial.

Nossa dica final não está na lista, mas é tão importante quanto todas as outras. Não tenha medo das mudanças: o friozinho na barriga é normal para quem está iniciando essa jornada de transformação profissional. Lembre-se que esta é uma mudança para lá de positiva que trará vários benefícios: possibilidades de novos aprendizados, autodesenvolvimento, ingresso numa nova área de atuação. Acredite em você!

Acompanhe nossos webinars gratuitos

Quer saber mais sobre a possibilidade de novas carreiras e desenvolvimento profissional? A EBAC promove semanalmente webinars, workshops e maratonas sobre diversas áreas de atuação: design, audiovisual, marketing, games, programação, entre outras. Nestes eventos, convidamos profissionais renomados que compartilham seus conhecimentos. Confira a nossa agenda clicando aqui.

Psiu! Dê uma espiada nos últimos webinars que rolaram. Veja a seleção que fizemos abaixo:

+ DE 20 CURSOS PARA VOCÊ DECOLAR EM SUA TRANSIÇÃO DE CARREIRA

Num mundo onde “disrupção” é uma palavra recorrente e que já virou realidade em nosso cotidiano, não dá para permanecer indiferente. Sabemos que num contexto de mudanças cada vez mais agressivas, a profissionalização e o desenvolvimento de habilidades são imprescindíveis para todos que querem avançar em suas áreas de atuação ou até mesmo para aqueles que desejam mudar de indústria ou setor – não importa seu gênero, raça, orientação sexual ou idade.


Queremos que você se prepare para conquistar seu espaço no mercado de trabalho. Então, confira nosso catálogo de cursos online nas áreas de audiovisual, design, games, marketing, programação e também em softwares.