Games & Marketing
Na prática: o que é marketing digital para games
É fundamental ter um plano de ações para tornar o jogo sucesso
Basta navegar rapidamente pelas stores e ver que dezenas de novos jogos são adicionados todos os dias. Mas seu projeto tem a melhor inteligência técnica no desenvolvimento, vai ser fácil se destacar, certo?

Bom... Não é tão simples assim. Para ganhar destaque, conquistar consumidores e bater a concorrência, estratégias de marketing são essenciais. Seja um jogo indie, afim de construir uma audiência, ou um game que quer alcançar um público alvo em que muitos competidores também estão de olho. Se você é um desenvolvedor lendo esse artigo pode até achar que um planejamento de marketing é bobagem, mas a lógica é a seguinte: não importa se você quer atender a uma demanda do mercado ou criar um jogo mais autoral, se ninguém conhecer o seu jogo, ninguém vai jogar, comprar ou indicar para os amigos. 
Para começar, é preciso encarar os jogos como um produto (ou serviço, a depender do seu objetivo como desenvolvedor ou dos stakeholders). E para que esse novo produto ou serviço tenha sucesso em um mercado competitivo, deverá traçar algumas estratégias.

O plano de marketing é como um guia, um mapa, de como levar o jogo aos jogadores. Ele é dividido em várias seções, com objetivos principais e em como alcançá-los, mas isso não quer dizer que ele deva ter dezenas de páginas! É muito melhor ter um plano objetivo: metas, ações e anotações. Com essa visão geral do seu projeto, será mais fácil refiná-lo em ações práticas. A seguir, vamos falar sobre ações essenciais de um plano de marketing para games:

Produto
Existem centenas de jogos para mobile, console, o que for, que apenas replicam uma mesma ideia ou conceito. Portanto, logo de cara, é preciso saber qual é o diferencial, o “gancho” do seu jogo, porque ele é único. E não adianta ser um reskin, porque a comunidade vai perceber isso, os sites e editores também. E sem ter realmente um diferencial, do ponto de vista do marketing torna-se muito difícil vender e engajar players, o que certamente deve ser considerado no início do seu projeto. Com a ajuda do marketing, é possível antever tendências de mercado e comportamento, o que possibilita planejar campanhas e desenvolver produtos – que vale ressaltar devem ter qualidade e appeal para as stores e para os jogadores.
Distribuição
As pessoas precisam conhecer o jogo. Se irá guiá-las ao seu site para obter mais informações ou fazer com que baixem o jogo por meio de várias fontes. A forma como você faz a promoção do produto depende dos segmentos de mercado que a empresa tem como alvo. Existem diferentes tipos de jogadores, jogos e necessidades. “Gamers casuais” têm hábitos de jogo diferentes dos “gamers hardcore”. Crianças de 6 anos jogam de maneira diferente em comparação com jogadores de 15 ou 30 anos. No Japão, eles preferem tipos de jogos diferentes dos da Alemanha. É sua função definir os segmentos de mercado e decidir qual segmento (ou vários) irá direcionar o marketing.

Os tipos ​​de segmentação de marketing mais comuns são: geográfica (provavelmente região ou país do mundo, mas também cidades), demográfica (idade, gênero, educação, religião, ocupação, renda, tamanho da família), psicográfica (classe social, estilo de vida, personalidade) e comportamentais (casual, hardcore player, atitude em relação ao serviço, fidelidade à marca, estágio de conscientização, atitude em relação ao produto, gênero, jogos favoritos). E, por fim, aspectos técnicos (velocidade de conexão à Internet, idade do computador) podem ser incluídos na segmentação.

Posicionamento
Posicionar seu produto é organizar toda a sua oferta no mercado de uma forma que diferencie seu produto. Oferecer o preço mais baixo para jovens jogadores de estratégia tem uma mensagem estratégica muito diferente da estratégia comercial e produto de jogos high-quality não violentos para jogadores.

Canais de distribuição
Sim, até isso o planejamento de marketing prevê. Como atingir os públicos de maneiras diferentes. Se por meio de um sites que redirecione para Apple Store ou Google Play, publicidade paga em redes sociais, Ads em buscadores (Google Ad Words), reviews, press release para sites especializados e blogs, parcerias com gamers profissionais e streamers, são os principais meios a serem considerados. E mais: canais de Youtube existem aos montes, por isso, não se deixe enganar apenas com views e número de inscritos, analise com calma o comportamento daquela comunidade antes de propor parcerias.

Nas redes sociais, crie perfis dedicados ao jogo mas lembre-se de que cada plataforma social tem sua própria vibe e público. É importante que seu jogo seja compatível com Twitch e YouTube durante o estágio de desenvolvimento. No entanto, este é apenas o começo. Esses canais também precisam ser utilizados durante a fase de marketing. Aqui estão algumas informações privilegiadas sobre os vários canais de mídia social:

Twitter: De acordo com a plataforma, houve mais de dois bilhões de tweets sobre jogos em 2020. Isso representa um aumento de 75% em relação ao ano anterior e quase 50% de aumento de autores únicos. Esse envolvimento é um passo na direção certa, mas o Twitter não é o canal a ser usado para divulgar seu jogo. É o canal para chamar a atenção das pessoas.
Use o Twitter para chamar a atenção de stakeholders, como editores, streamers e jornalistas. E depois, cultive os esses relacionamentos iniciados na rede. Também é importante ficar de olho nas hashtags relevantes e usá-las com frequência.

Instagram: a rede visual é uma boa para mostrar uma visão dos "bastidores" de como o jogo funciona. O jogo independente Profane MMORPG oferece aos interessados, incluindo jogadores em potencial, uma visão única de seu estúdio com Dev Fridays, atualizações mensais e eventos da comunidade, como um bate-papo Ask Me Anything no Reddit.
Análise de resultados
A única maneira de ter certeza de que está voando na direção certa é verificar constantemente a rota de voo: é preciso mensurar (e saber compreender os dados) dos impactos de cada ação tomada. Se você decidir alterar o preço, promoção ou demo, certifique-se de medir os efeitos. Teste diferentes preços, ofereça um teste gratuito por determinados dias e meça como isso afeta os downloads. Você consegue mais vendas com diferentes limitações de demonstração? As vendas aumentam se você oferecer um tutorial melhor no jogo?
Extra: Crie um trailer épico
Pense na última vez que você assistiu a um trailer atraente e como você estava animado para o lançamento oficial desse produto, filme ou jogo. O trailer é a melhor chance do seu jogo de causar uma ótima primeira impressão e o recurso que você absolutamente precisa para acertar.

O trailer, por si só, é único: é um dos únicos ativos que combinam música empolgante, imagens ou animações e um bom slogan – em menos de 2 minutos. Essa é uma das principais peças que dará ferramentas para o marketing trabalhar.
-Planeje e escreva o storytelling do trailer com antecedência, se possível, durante o desenvolvimento
- Para começar, use ferramentas gratuitas e fáceis de usar para criar seu trailer
- Destaque a jogabilidade e provoque os principais eventos do seu jogo
- Preste atenção ao áudio
- Crie o trailer que você gostaria de assistir.