Marketing

SEO: Os segredos do Google que ninguém conta

O gestor de tráfego Lucas Jardim dá dicas “fora da caixa” para seu site aparecer na primeira página dos mecanismos de busca
“Redes sociais podem mudar de uma para outra, mas a parte de otimização do conteúdo, ou seja, o SEO, é permanente. Por isso, independente do seu negócio, essa deve ser sua primeira estratégia para começar qualquer coisa na internet”. Esse é o pensamento de Lucas Jardim, empresário com 10 anos de experiência no marketing digital e CEO da JAB Consultoria.

O que isso significa: independentemente de ser o Instagram, o YouTube ou o Pinterest a rede do momento, as técnicas que vão levar as pessoas a acessarem seu negócio são as mesmas.

A seguir, ele dá os motivos para investir no SEO como principal estratégia e dicas práticas e inesperadas para você ter sucesso.
O que é SEO

Search Engine Otimization é um conjunto de técnicas para posicionar uma página nos mecanismos de busca online, em especial o Google. Quanto melhor o SEO de sua página, maiores as chances de ela aparecer no topo quando o usuário busca pelo assunto relacionado ao seu conteúdo, e isso resulta em mais pessoas acessando a sua página – ou vai dizer que você não clica nos primeiros links que aparecem quando procura algo no Google?

Porque o SEO deve ser uma principal estratégia

Volume de busca
“Cerca de 40 mil pesquisas são feitas por segundo no Google”, conta Lucas, que também explica que essas são pesquisas intencionais, ou seja, a pessoa quer encontrar aquilo, diferente das redes sociais, em que a pessoa está recebendo o conteúdo de maneira passiva.

Você vai economizar uma grana com anúncios
“O Google ads e o Google Search possuem o mesmo mecanismo para determinar se vai aparecer para um usuário: são feitos de palavras-chave.” Ou seja, se você tem um bom SEO, você vai aparecer na primeira página do Google, assim como aqueles que pagaram por isso -- mas sem gastar nada.

Criação de autoridade
Aparecer no início das buscas deixa seu nome como autoridade sobre aquele assunto. “O primeiro contrato na minha empresa me gerou R$ 247 mil e isso porque o parceiro procurou por 'estatísticas para viagens corporativas' e o meu site foi o primeiro que apareceu porque eu tinha publicado um artigo sobre o assunto que estava com um SEO ótimo”, exemplifica Lucas.
Dicas que ninguém te conta para ter um bom SEO

Você já sabe que para ter um bom SEO, você tem que aplicar as técnicas básicas como divisão em subtítulos, imagens que tenham a ver com o assunto etc. Tudo isso porque o sistema que classifica as páginas no Google quer dar ao usuário uma boa experiência, dando preferência por mostrar antes os conteúdos que vão fazer mais sentido para ele. Mas para conseguir isso tem alguns segredos que você pode não ter pensado:

Pesquise o conteúdo antes de produzir
Jogar no Google sobre o que você pretende falar te mostra qual é o formato que está sendo valorizado. “Por exemplo, se você procurar ‘como dar nó em uma gravata’, o Google mostra primeiramente um vídeo, isso significa que os usuários querem essa informação nesse formato e entregar nele é o ideal.”
Sempre pense antes de produzir: como o usuário gostaria de ver essa info? E procure antes para ser mais assertivo.

Crie – e alimente – perfis nas redes sociais
O SEO deve ser sua principal estratégia, mas engana-se quem pensa que as redes são inúteis. Elas na verdade fazem parte de melhorar seu SEO.
“Ter seu link em outros sites e em outras redes apontando para o seu mostra para o Google que você é uma autoridade no assunto, então ele vai te deixar bem ranqueado na página de buscas.” 
“Por isso, é importante criar um perfil em várias redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, Spotify, Pinterest…) com link para o seu site. Isso faz com que você gere relevância e força para ele.”
Invista no SEO Local
Se você colocar “hamburgueria” no Google, ele vai mostrar um mapa com as mais próximas do seu local. Isso é o SEO Local, que dá preferência para os negócios mais próximos. 
Mas isso não significa que você não pode utilizar recursos para captar clientes em outras localidades.
“No Google Meu Negócio, você pode configurar uma empresa para ser 100% online, então você pode ter uma sede física em Florianópolis, por exemplo, e uma sede digital na Avenida Paulista. Assim, quando usuários perto da avenida procurarem por empresas do seu ramo, o Google vai mostrar a sua.”
Use isso a seu favor criando uma sede online em um local que o público para seu negócio está em maior peso.

Leia a central de pesquisas do Google
O Google está constantemente atualizando o algoritmo que determina o que vai deixar uma página bem-posicionada. Isso significa que tudo isso que você acabou de ler pode mudar em cerca de duas semanas. “Por isso, é importante se manter atualizado sempre”, finaliza Lucas.
Hackeie as técnicas de SEO!

Neste curso de 3 meses você irá aprender a otimizar um catálogo de uma loja online, de sites, a criar relatórios e a analisar o conteúdo do site e refine-o para que chegue às primeiras posições de pesquisa. Entenda sobre palavras-chave, layout da página e meta tags. E muito mais!


Nossos professores: Rosana Amaral


Rosana é analista de sistemas com MBA em Gestão Estratégica em Marketing e Vendas, Historiadora e Mestre em História Econômica. Descobriu o SEO em 2011 e trabalhou em empresas como a Wine.com.br, apis3, Descomplica, Ellus, Richards, Salinas e Nuvem Shop. Como especialista em SEO na Resultados Digitais, atuou na construção da estratégia do Canal Orgânico e na área de Marketing Conversacional, tornando-se líder do squad de CRO.