Marketing

Verdade ou mentira: 5 mitos sobre o profissional de marketing

Quer saber o que é verdade ou mentira em relação à área de Marketing? Então, este artigo é para você, marqueteiros. É mais que comum as pessoas associarem o profissional de marketing à área de publicidade ou em vendas. O Marketing, de fato, atua nestas áreas, porém sua aplicação vai muito além de uma simples campanha publicitária. O profissional de marketing estuda o comportamento dos consumidores e cria produtos ou serviços que atendam às suas expectativas por meio de várias estratégias: marketing digital, marketing colaborativo, marketing comunitário, marketing de relacionamento, etc. A gente esclarece sobre isso e mais na íntegra.
É mais que comum as pessoas associarem o profissional de marketing à área de publicidade ou em vendas. O Marketing, de fato, atua nestas áreas, porém sua aplicação vai muito além de uma simples campanha publicitária. Para Philip Kotler, considerado o maior dos especialistas na prática do marketing, este “é um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros”. Complexo? A gente explica.

O profissional de marketing estuda o comportamento dos consumidores e cria produtos ou serviços que atendam às suas expectativas por meio de várias estratégias: marketing digital, marketing colaborativo, marketing comunitário, marketing de relacionamento, etc. Além de ajudar na tomada de decisões das empresas, o marketing pode estar a serviço do bem comum, por exemplo, ao enfatizar a responsabilidade social corporativa. Alguns dirão que o marketing não é uma ciência exata. Por outro lado, não se engane, esta é uma área que exige um trabalho impecável com dados e análises quantitativas, mas a criatividade e abordagem humana são igualmente necessárias.
Num contexto de alta digitalização da sociedade, compreender aspectos como funil de compras na internet, estratégias de canais digitais, comunicação em redes sociais e o papel dos influencers tornou-se fundamental. Mas não é só isso! Para o profissional de marketing, é imperativo saber identificar o comportamento cada vez mais exigente dos consumidores e entender a descentralização das redes sociais. Já notou a presença de aplicativos como o TikTok no planejamento de empresas? Para ajudar você a entender melhor esta área, vamos esclarecer alguns mitos da profissão. Veja a seguir:
1.   O “marqueteiro” é responsável pelas vendas

Mentira. Porém, o profissional de marketing pode ser responsável por tudo o que acontece antes do processo de vendas: realizar pesquisas de mercado, público-alvo e concorrentes, construir a reputação de uma marca, planejar campanhas publicitárias, escrever briefings, elaborar calendários de conteúdo e estratégias de promoção, gerenciar o trabalho de equipes criativas etc.

Portanto, um “marqueteiro” não deve ser responsável pelas vendas em si, essa é a tarefa dos vendedores e da equipe comercial. Porém, o profissional da área de marketing tem o poder de criar uma necessidade que será respondidada pelo mercado consumidor de alguma maneira.
2. Marqueteiros fazem “tudo”

Mentira. Alguns empregadores acham que um profissional de marketing é uma pessoa versátil que pode criar anúncios, desenvolver um site, além de atuarem nos departamentos jurídico e comercial. Ah, eles também fazem um cafézinho excelente! Talvez esta parte seja até verdade para os marqueteiros viciados em cafeína.

No entanto, um profissional de qualquer área dificilmente será um especialista em campos tão diferentes de atuação. E é impossível fazer tudo de uma só vez: alguma parte do trabalho ficará ausente ou será malfeita. Se um profissional de marketing começar a executar funções que não são exatamente suas atribuições, simplesmente não haverá mais recursos para as metas e objetivos principais. Contudo, um bom profissional de marketing deve ter pelo menos um conhecimento superficial de administração e negócios.  Além disso, esse profissional deve saber como ajudar na promoção e comunicação com funcionários, fornecedores e clientes.
3. Os profissionais de marketing geralmente ganham bem

Verdade! Um profissional de marketing num campo tradicional geralmente tem um salário razoável. Porém, a procura por especialistas em marketing digital é gigantesca e oferta é escassa. Sendo responsável pelo uso de canais digitais para divulgar os produtos e serviços da empresa, prospectar novos clientes e criar consciência de marca, os “marqueteiros” digitais são buscados por multinacionais, instituições sem fins lucrativos, startups de todos os setores e empresas de pequeno e médio porte.

Os salários variam de acordo com o nível hierárquico dentro das empresas. Porém, usando como referência o portal Glassdoor com médias salariais na região metropolitana de São Paulo, temos alguns exemplos: o salário médio de um analista Junior de Marketing Digital é R$ 3.000. Já um Analista Pleno de Marketing Digital tem salário médio de R$ 7.000 e o de um especialista de Marketing Digital é de R$ 10.000.
4. Em situações de crise, o departamento de marketing sempre é o primeiro a ser cortado

Mentira. Óbvio que isto dependerá  do objetivo principal  e a situação financeira de cada empresa. Porém, numa crise, é o marketing que potencialmente será a salvação. Além disso, durante situações desafiadoras, também abrem-se oportunidades para que as empresas busquem novos tipos de perfis de consumidores, desenvolvam novos produtos e trabalhem sua comunicação para atrair futuros clientes.

A revista de negócios Harvard Business Review descobriu que as empresas têm mais condições de sair de crises quando não reduzem ou mesmo aumentam seu orçamento de marketing. Todavia, mudanças estratégicas são necessárias, isso é verdade, e que tal chamar um verdadeiro marqueteiro para fazer isso? Um bom exemplo de empresa que investe consistentemente em marketing como uma estratégia de longo prazo é a Apple: em 2020, em plena pandemia, a empresa continua sendo uma das mais valiosas com um recorde em valor de mercado: 2 trilhões de dólares. Para efeito de comparação, este valor é mais do que o PIB do Brasil avaliado em 1,8 trilhões de dólares em 2019.
5. Os profissionais de marketing serão logo substituídos por robôs

Nem verdade, nem mentira. Quem já viu um deepfake por aí deve ter ficado surpreendido com a eficácia das máquinas em reproduzir expressões e ações humanas. Além do mais, ferramentas de automação auxiliam muito os profissionais de marketing a alavancarem seus esforços de comunicação e vendas hoje em dia. Por outro lado, estas ferramentas executam relativamente bem apenas o trabalho rotineiro. Tarefas mais complexas ainda permanecem com pessoas.

O cenário mais realista é que as tecnologias de IA ou inteligência artificial não substituirão, mas fortalecerão os profissionais de marketing, eliminarão a rotina “chata” e irão fornecer novas oportunidades de negócios. Talvez um dia a inteligência artificial seja até capaz de entender sobre públicos-alvo, desenvolver uma estratégia e se comunicar com clientes e fornecedores.

Entretanto, essas são perspectivas para um futuro relativamente distante. Então você ainda tem tempo para aprender a ser um marqueteiro digital, conquistar um excelente emprego ou até mesmo tornar-se um freelancer entregando jobs incríveis. Quer saber como?
Um curso feito para quem quer ser especialista em Marketing Digital

Quer dominar o universo do Marketing Digital e conquistar grandes oportunidades neste mercado em constante ascensão? Não é à toa que profissões que envolvem o universo digital estão entre as mais procuradas do mercado de trabalho atualmente.

De olho nisso, lançamos o curso de Marketing Digital. Neste curso, você irá aprender, na prática, como desenvolver campanhas de comunicação digital, planejamento de mídia e análise de dados, além de gerenciar projetos com suporte de metodologias ágeis. Saia na frente com um portfólio para apresentar nas próximas entrevistas e decolar na carreira!


Nossa parceira: Jüssi - The Business Agency


A Jüssi é uma agência inovadora, com visão de negócio 360° e que está em constante evolução para oferecer os melhores resultados para seus clientes em comunicação, performance, branding e o que mais for necessário. Seu portfólio de clientes é extenso: Whirlpool, Localiza, Honda, Nestlé, Itaú, Santander, Cielo, Google, Uber, Multiplus, Kroton, Netshoes, Philips, JLL, Tok & Stok, Easynvest, Motorola.


Nosso time de professores: Marcos Del Valle, Bruno Batalha e Mônica Araujo


Quer ter aulas com uma equipe de professores que sabem tudo da realidade prática do marketing digital? Deixa com a gente!


Marcos Del Valle tem mais de 17 anos de experiência, é especializado em estratégias de marketing digital com ênfase em performance. É Diretor nas áreas de Produtos Digitais e Consultoria da Jüssi. Com trajetória de 20 anos de experiência trabalhando com tecnologia e produtos digitais, Bruno Batalha é Gerente das frentes de Gestão do Produto, Product Discovery e Web Analytics na Jüssi. Já Mônica Araujo atua em Marketing Digital, há mais de 10 anos, com foco em Mídia de Performance e Mídias Sociais. Mônica é responsável pela área de Consultoria em Mídia da Jüssi e atua com empresas como Netshoes, Localiza, Marisa, Allianz Travel, Itaú e Uber. Quer alavancar sua carreira em Marketing numa área em plena ascensão onde o sucesso é garantido?