Programação & Data Science
iOS 15: confira as novidades do sistema operacional para iPhone
A Apple anunciou durante a conferência WWDC 21, seu evento anual voltado para os desenvolvedores de software, o lançamento do iOS 15. A atualização do novo sistema operacional dos iPhones traz novas maneiras dos usuários se manterem conectados e recursos que os ajudarão a se concentrar, explorar e aumentar sua produtividade.

O lançamento oficial do iOS 15 por enquanto está programado para setembro ou outubro de 2021. Contudo, a versão beta já está disponível para o público em geral. De acordo com a Apple, o novo sistema operacional desenvolveu-se em quatro pilares: conectividade, foco, inteligência e “explorar o mundo ao seu redor”.

A gigante do Vale do Silício comandada por Tim Cook continua sua política de fortalecimento de proteção dos dados e revelou uma série de mudanças para proteger a privacidade dos usuários de iPhones. Em artigo recentemente publicado aqui neste blog, abordamos a estratégia da Apple em se colocar como guardiã entre os consumidores e a indústria da publicidade digital.
Com este intuito, o iOS 15 informará um relatório de privacidade sobre os aplicativos instalados que exibirá aos usuários quais dados estão sendo coletados sobre eles quando uma aplicação obter acesso a seções confidenciais de um iPhone, como a galeria de fotos, lista de contatos ou microfone. Mark Zuckerberg que lute, não é mesmo?

Confira a seguir a lista completa com todos os modelos de iPhone que poderão receber o iOS 15: iPhone 6s, iPhone 6s Plus, iPhone SE (1ª e 2ª gerações), iPhone 7, iPhone 7 Plus, iPhone 8, iPhone 8 Plus, iPhone X, iPhone XR, iPhone XS, iPhone XS Max, iPhone 11 (todos os modelos) e iPhone 12 (todos os modelos).

FaceTime de cara nova

Você já deve saber que o FaceTime já foi um aplicativo exclusivo para usuários da Apple durante muito tempo. Agora, a Apple está expandindo o uso de seu serviço de videoconferência. Em breve, o FaceTime será aberto para navegadores da web, o que também irá permitir que dispositivos como telefones Android e computadores Windows façam ligações e reuniões por vídeo, assim como já é possível pelos softwares Zoom e Google Meet. Será possível até criar links de reuniões para serem compartilhados com outros participantes.
Imagens: Divulgação Apple


SharePlay

A Apple descreveu o SharePlay como um conjunto de ferramentas que você pode usar para compartilhar músicas e filmes de serviços de streaming em tempo real usando o FaceTime. A empresa está embarcando num conjunto de tendências à medida que as festas virtuais se tornaram bastante populares durante a pandemia.

Além de assistir e ouvir conteúdo com familiares e amigos, os usuários poderão compartilhar a tela de seus dispositivos por intermédio do FaceTime. Esta, porém, já é uma função bastante conhecida entre os usuários de outros programas de videoconferência.
Imagens: Divulgação Apple
Para garantir que o SharePlay possa ser amplamente usado, a Apple criou uma API específica para esta função. Desenvolvedores poderão incorporar a funcionalidade do SharePlay no desenvolvimento de qualquer aplicativo. A Apple já tem vários parceiros importantes que embarcaram em seu lançamento, incluindo Disney +, Hulu, HBO Max, NBA, Twitch e TikTok. A Netflix ainda não está inclusa.

Mais foco, menos distrações

Concentração. Com o objetivo de reduzir a distração de seus usuários, o iOS 15 oferecerá ferramentas para estimular o foco em suas atividades. “Foco” é um novo recurso que filtra notificações de aplicativos e contatos.

Por meio deste novo recurso, os usuários podem configurar seus dispositivos para ajudá-los a “estar no presente”, criando um “foco” personalizado ou selecionando outro sugerido pelo próprio sistema operacional que usará a inteligência do dispositivo para recomendar quais pessoas e aplicativos têm permissão para enviar notificações. As sugestões do “foco” são baseadas no cotidiano dos usuários, como o horário de trabalho, sono, almoço, etc.
Imagens: Divulgação Apple

Uma nova experiência com o navegador Safari

Até o velho e bom Safari ganhou atualizações. O navegador terá um novo design que torna seus controles mais fáceis de alcançar com uma mão e coloca o conteúdo em primeiro plano. Sendo assim, o objetivo é criar uma experiência agradável e gerar maior praticidade para o usuário.

A nova barra de guias do navegador foi projetada para que os usuários possam deslizar facilmente entre elas. Os usuários poderão então favoritar suas páginas prediletas e acessá-las a partir de qualquer dispositivo da Apple: iPhone, iPad ou Mac. Novos recursos, como a página inicial personalizável e extensões da web no iOS, tornam o Safari ainda mais pessoal.
Críticas e bugs na versão beta

Apesar das novidades divulgadas no lançamento do iOS 15, a Apple também recebeu algumas críticas. A principal delas é o reforço da dependência dos usuários ao ecossistema de dispositivos da empresa. Com exceção do FaceTime que poderá ser utilizado em navegadores, por exemplo, as atualizações em sua maioria serão aproveitadas em sua plenitude em iPhones, iPads e Macs. Nesta perspectiva, outras recentes melhorias em aplicativos próprios como o Mapas, por exemplo, estarão disponíveis apenas nos Estados Unidos.

Como mencionamos no início deste artigo, a Apple disponibilizou recentemente a versão beta do iOS 15 para o público em geral. Entretanto, isso não significa que o aplicativo esteja completamente estável ​​e pronto para uso no dia a dia. Segundo desenvolvedores, há diversos bugs que afetam diretamente o funcionamento dos smartphones, assim como uma variedade de problemas com aplicativos de terceiros.
Aliás, um dos principais motivos pelos quais a Apple lança versões betas de seus próximos sistemas operacionais é dar aos desenvolvedores a oportunidade e capacidade de testar e atualizar seus aplicativos. Ao instalar uma versão beta de um sistema operacional como o iOS 15, lembre-se que os desenvolvedores ainda não tiveram tempo de otimizar seus apps de acordo os novos recursos oferecidos pela plataforma. É importante ter cautela.

E se você desenvolvesse seu próprio aplicativo para iOS?

A Apple anunciou que há mais de 1.65 bilhão de iPhones ativos no mundo, um marco histórico para a empresa de Steve Jobs. O impactante anúncio foi feito durante teleconferência de resultados da Apple no início do ano. Além de ícone cultural, a Apple dita tendências de design, além de ser referência em performance com seus dispositivos e, principalmente, softwares. Pensando nisso, a EBAC lança o curso Desenvolvimento iOS com Swift.

Crie aplicativos para a Apple a partir do Swift. Você desenvolverá soluções criativas, intuitivas e funcionais no sistema iOS e estará apto a trabalhar com os projetos mais desejáveis e lucrativos em TI e outros setores.


Nosso professor: Carlos Carmo


Carlos é desenvolvedor iOS na Globo.com, atuando há mais de 3 anos no Cartola FC. Integra a organização do Cocoaheads Rio, um grupo de desenvolvedores (profissionais e iniciantes) que reúne apaixonados por programação para iDevices Apple (OSX e iOS).


Formado em engenharia elétrica, com desenvolvimento em análise de sistemas e pós-graduação em Arquitetura de Software Distribuído, já participou dos grupos de programação GDG e React Rio.


Inicie uma carreira promissora em tecnologia, aprenda iOS e esteja no topo das linguagens mais usadas por desenvolvedores no Mac.