Programação & Data

As linguagens de programação mais recomendadas para iniciantes

Está dando os primeiros em programação? Então, confira nosso guia com as 9 linguagens consideradas as mais fáceis de aprender

08 de junho, 2022

Quem tem interesse na profissão de desenvolvedor, se depara com a possibilidade de aprender diversas linguagens de programação. São tantas que fica difícil decidir por qual delas investir tempo no aprendizado.

Nesta lista, apresentamos as linguagens de programação mais fáceis de aprender, incluindo as funções e em quais profissões cada uma pode ser aplicada.

O que são linguagens

A linguagem de programação é o meio que o programador controla o comportamento físico e lógico de um hardware (máquina). Essa linguagem funciona por meio de uma série de instruções, símbolos, palavras-chave e regras semânticas. A maneira como o algoritmo do TikTok sugere os vídeos que você pode gostar é criado usando linguagens de programação, por exemplo.

E assim como existem muitos idiomas no mundo, na linguagem computacional também existem diversas linguagens. Isso porque existem diversas formas de transmitir um mesmo comando para alcançar um mesmo objetivo.

Cada linguagem de programação tem a sua particularidade e é mais usada para o desenvolvimento de um determinado tipo de solução. O que elas têm em comum são os elementos estruturais, usados para escrever um código que se transforma em um programa que dará instruções de processamento ao computador.

O que faz uma linguagem de programação ser fácil?

Um bom ponto para considerar é o quão rápido você pode ver o resultado do que está aprendendo. Nesse sentido, HTML e CSS são úteis, pois o resultado da programação é imediato: a aparência de um site, por exemplo.

Outro ponto é a facilidade de leitura. Assim como decidir aprender entre o espanhol ou chinês, a facilidade de leitura pode ser um fator importante. Quanto mais difícil de escrever for uma linguagem de programação, com diferentes números e símbolos denotando coisas diferentes, mais difícil será para os humanos compreendê-la ao começar os estudos.

As 9 linguagens de programação mais fáceis de aprender

Python

Criada em 1991, Python é uma das linguagens mais populares atualmente. É também uma boa opção para quem está entrando no mundo da programação, pois foi pensada para facilitar a escrita e a leitura dos códigos.

É uma linguagem muito usada em Data Science, Machine Learning, Inteligência Artificial e no desenvolvimento de web e aplicativos, como o Instagram. O YouTube foi inicialmente desenvolvido em PHP, mas migrou para Python por conta da necessidade de melhorar desempenho e de integrar novas funcionalidades. 

Além disso, Python exige menos código para concluir tarefas. Logo, menos trabalho antes de ver os resultados. 

Profissões que a utilizam Python

Engenheiros e desenvolvedores de software, engenheiros de qualidade, desenvolvedores Python full-stack, cientistas de dados.

Java

Java foi criado para construir aplicações em rede, como jogos e programas. Apesar de um pouco antiga, Java é considerada uma linguagem de programação extremamente versátil. A flexibilidade da linguagem significa que os desenvolvedores podem usá-la não apenas em computadores e dispositivos móveis, produtos de consumo ou praticamente qualquer dispositivo eletrônico.

Porque é fácil de aprender:

  • Porque sua sintaxe é semelhante à do inglês.
  • Existe uma grande comunidade de suporte para fornecer orientação e responder às suas perguntas enquanto aprende.

Profissões que a utilizam Java:

Engenheiros front-end e engenheiros full-stack. É também uma das primeiras linguagens que os Cientistas da Computação aprendem.

HTML

Muitos desenvolvedores não consideram o HTML como uma linguagem de programação. HTML significa “linguagem de marcação de hipertexto”. Isso significa que o HTML não é capaz das funções básicas de outras linguagens de programação, como construção lógica, instruções ou mesmo operações matemáticas básicas. Ele apenas diz ao computador como e qual texto exibir em uma página.

Mas só porque você não pode criar uma instrução não significa que não ficará feliz por ter dedicado tempo para aprender HTML. Como linguagem de marcação, o HTML é a linguagem padrão da Internet para estruturar páginas da web e exibir texto. (imagem abaixo)

Profissões que a utilizam HTML:

Desenvolvedores front-end e full-stack, desenvolvedores web, web designers, desenvolvedores de e-mail, blogueiros, editores de sites, desenvolvedores de aplicativos mobile.

CSS

CSS, ou cascading style sheets, determinam a aparência de um site. Enquanto o HTML constrói o conteúdo, o CSS determina como ele é exibido, incluindo cores, fontes e layouts. São linguagens independentes, mas complementares.

Todo site usa CSS. E isso é uma das coisas que os torna uma linguagem de programação fácil de aprender, pois o feedback sobre o código criado é instantâneo. Basta atualizar a página da web para ver os efeitos do seu código.

Como uma linguagem baseada em regras, o CSS facilita o aprendizado de habilidades básicas, como alterar cores ou tamanho da fonte. Muitas pessoas aprendem CSS por meio de tutoriais online, livros ou outros recursos de aprendizagem.

Profissões que a utilizam CSS:

Por trabalhar tão de perto com o HTML, o CSS é um conhecimento obrigatório para engenheiros de front-end e full-stack.

JavaScript

JavaScript foi pensada para criar páginas de internet mais interativas e flexíveis, substituindo o desenvolvimento em HTML. O JavaScript é uma das principais linguagens de programação utilizadas na configuração visual de sites atualmente.

É com o JavaScript que recursos como menus suspensos, carrosséis de imagens e aplicativos da web. Embora seja mais complexo que HTML e CSS, seus recursos intuitivos o tornam uma boa primeira linguagem de programação.

Profissões que a utilizam JavaScript:

Engenheiros front-end e full-stack.

Kotlin

Alguns anos após a primeira geração de smartphones, os desenvolvedores de aplicativos perceberam que precisavam de uma linguagem poderosa e rápida.

Kotlin foi criada especificamente para desenvolvimento mobile no sistema operacional Android e se tornou a linguagem preferida também para aplicativos desse sistema. Embora o Kotlin seja totalmente compatível com Java, um dos benefícios do Kotlin é que geralmente permite que os desenvolvedores escrevam menos código do que teriam em Java.

Profissões que a utilizam Kotlin:

Engenheiro de front-end ou full-stack que desenvolve aplicativos Android usa Kotlin.

PHP

Os engenheiros de back-end também têm suas linguagens de programação favoritas, e PHP: Hypertext Preprocessor (PHP) é uma delas. Essa linguagem é amplamente usada em HTML para acessar e gerenciar rapidamente o conteúdo do lado do servidor, incluindo bancos de dados. Na verdade, muitos formulários online usam PHP para criar novos registros de banco de dados ou atualizar os existentes.

Outra vantagem do PHP é a segurança integrada que ele oferece, pois pode criptografar dados e restringir o acesso a determinadas partes do seu site.

Porque é fácil de aprender:

  • PHP tem uma sintaxe simples em comparação com outras linguagens de programação.
  • Programadores experientes geralmente podem aprender PHP rapidamente.
  • Desenvolvido na década de 1990, o PHP possui uma grande comunidade de usuários experientes que ajudam quem está começando.

Profissões que a utilizam PHP:

Desenvolvedores Web, desenvolvedores back-end e full-stack, desenvolvedores PHP, engenheiros PHP.

Ruby

Comparado ao Python, que se concentra em fornecer uma solução única e simples para cada problema, o Ruby visa permitir várias abordagens que atingem o mesmo fim. Isso dá ao Ruby um tipo de flexibilidade que os programadores adoram.

Outra razão do Ruby ser tão popular entre os programadores é que eles podem alterar até mesmo partes fundamentais da linguagem para atender às suas necessidades. Por exemplo, os operadores matemáticos podem ser descritivos em vez de usar símbolos (“mais” em vez de “+”).

Profissões que a utilizam Ruby:

Desenvolvedores web, desenvolvedores full-stack e analistas de dados.

R

Desde que apareceu em 1993, o R se tornou a linguagem de programação para qualquer pessoa interessada em análise estatística, ciência de dados ou mineração de dados. Embora o R geralmente seja acessado por meio de linhas de comando, há muitas interfaces gráficas disponíveis que permitem usar funções básicas do R sem precisar aprender nenhum código R.

Alguns pacotes são para funções gerais, como visualização de dados. Mas a maioria é projetada para funções muito específicas. Existe um pacote R disponível para atender necessidades estatísticas gerais, sequenciamento genético, análise geoespacial ou qualquer outra coisa.

Profissões que a utilizam R:

R é mais popular entre cientistas de dados, analistas de dados e estatísticos. Mas, cada vez mais profissionais STEM são atraídos pelo R por causa dos muitos pacotes projetados especificamente para seus campos e, às vezes, especificamente para suas empresas.

Aprenda uma (ou mais) linguagem de programação na EBAC

Ficou interessado em aprender ou se aprofundar em Programação? Aproveite para conferir os cursos de Desenvolvedor Back-end Python, JavaScript ou ainda Desenvolvedor Android Kotlin da EBAC e, a partir daí, continuar a construir uma carreira de sucesso!