O que é um MVP e como fazê-lo?

Última atualização
13 set 2023
Tempo de leitura
7 min
O que é um MVP

Saiba como você pode lançar um novo produto sem medo de falhar.

O estudo da CB Insights indica que 42% das startups fracassam devido à falta de demanda por seu produto no mercado. Os empreendedores gastam meses ou anos de trabalho para perceber que ninguém está interessado em seu produto. Para evitar esse risco, todo projeto deve começar com o lançamento de um Produto Mínimo Viável. Neste artigo vamos analisar o que é um MVP, quais são os tipos existentes e as etapas de criação.

O que é um produto mínimo viável ou MVP?

Lançar um novo produto no mercado é sempre arriscado. Você não sabe como seu público vai receber sua ideia.

Para investigar a demanda, em vez de desenvolver um produto completo, é criada uma versão de teste com funcionalidade limitada. Essa versão, que pode atender a uma necessidade específica de usuários em potencial, é chamada de Produto Mínimo Viável (do inglês Minimum Viable Product). O conceito de MVP foi popularizado pelo criador do método Lean Startup, Eric Ries, para o desenvolvimento de produtos tecnológicos.

Um bom MVP deve cumprir os seguintes requisitos:

  • Oferecer uma solução eficaz ao cliente
  • Demostrar apenas os principais recursos do produto
  • Ter um design simples, com uma interface intuitiva e lógica
  • Promover a confiança dos consumidores, atendendo aos padrões do setor

Para que criar um MVP?

Para que criar um MVP

Fonte: Freepik

Antes de desenvolver um Produto Mínimo Viável, investigue quais benefícios ele trará. Esses benefícios podem ser os seguintes:

  • Um MVP permite avaliar a viabilidade da sua ideia e reduzir o risco de investir recursos em um produto que ninguém deseja.
  • Ao lançar um MVP, você poderá coletar comentários e opiniões dos seus primeiros usuários. Essas informações são essenciais para entender as necessidades do mercado, otimizar sua estratégia de marketing e definir oportunidades de crescimento.
  • Também ajuda você a estabelecer uma base de clientes fiéis e a conseguir uma receita inicial antes de lançar uma versão completa.

Tipos de MVP

Fonte: Freepik

  • MVP de baixa fidelidade

Este tipo de MVP é barato e fácil de fazer. Ele é aplicado nas etapas iniciais, quando você precisa receber uma reação rápida dos clientes para entender melhor seus problemas e verificar se o seu produto os resolve. Os MVPs de baixa fidelidade incluem:

  1. Campanhas de e-mail: é enviado um e-mail informativo com um título atraente e imagens do futuro produto a um grupo de clientes em potencial
  2. Vídeos explicativos: que mostram como funciona o produto
  3. Páginas da web: Uma página de um produto que ainda não existe é criada para analisar as visitas e reações dos usuários.
  4. Pré-venda do produto: Os usuários podem fazer uma reserva antecipada de um produto e obtê-lo imediatamente após o lançamento.
  5. Сrowdfunding: A descrição do futuro produto é publicada nas plataformas de crowdfunding para que o público possa investir no projeto.
  • MVP de alta fidelidade

É um MVP mais elaborado e caro. O protótipo oferece uma experiência realista aos usuários, pois tem a interface e o funcionamento semelhantes à versão final. Algumas categorias desse tipo são:

  • MVP de uma função: A funcionalidade principal do produto é oferecida aos usuários. Este MVP será útil se você quiser testar um novo recurso ou converter um existente em um produto comercial.
  • Concierge e Mágico de Oz: As pessoas reais executam as funções que o produto ou serviço final fará automaticamente. A diferença entre os dois métodos é que, no caso do Mágico de Oz, os usuários não sabem que são os próprios “assistentes” fazendo o trabalho.
  • Piecemeal: Plataformas e serviços existentes (podem ser de outras marcas) são usados para criar um novo produto.
  • Internal-first: O teste é realizado para um grupo limitado de usuários dentro da mesma startup.

Exemplos de MVP

Um excelente exemplo de MVP é o Dropbox, que postou um vídeo de demonstração de seu serviço, antes de começar o desenvolvimento. O vídeo atraiu 75 mil pessoas, que se interessaram pela ideia de armazenamento em nuvem. Agora, o serviço tem uma comunidade de mais de 700 milhões de usuários.

Antes de lançar seu aplicativo de gerenciamento de redes sociais, o fundador da Buffer, Joel Gascoigne, criou uma landing page simples onde explicou sua ideia. Os usuários poderiam inserir seus e-mails se estivessem interessados na solução. Esse método ajudou a estudar a demanda e encontrar futuros clientes antes de investir no desenvolvimento do produto.

A história da gigante do e-commerce Amazon começou com um MVP de apenas uma função. Seu fundador, Jeff Bezos, decidiu vender livros por meio de um site simples. Inicialmente, a Amazon não tinha armazéns e, quando alguém comprava um livro em sua loja online, Bezos o encomendava ao distribuidor e o enviava ao cliente.

Agora, o aplicativo de mobilidade Uber é líder em seu setor. No entanto, o projeto teve origem em um protótipo do UberCab, que criou um grupo de amigos, registrando um único carro. Se outra pessoa quisesse usar seu aplicativo, tinha que enviar um e-mail aos fundadores para acessar o serviço.

Como fazer um MVP?

Como fazer um MVP

Fonte: Freepik

Para criar um Produto Mínimo Viável, o que você precisa fazer é:

  1. Definir o objetivo e a proposta de valor:
    • Estabeleça quais problemas seu produto resolverá ou quais necessidades ele cobrirá.
    • Determine o valor único que seu produto oferece aos usuários.
  • Identificar as características-chave:
    • Defina as características ou funcionalidades que são indispensáveis para fornecer a solução especificada.
    • Descarte qualquer detalhe que não seja essencial e possa ser adicionado em versões posteriores.
  1. Desenvolver um protótipo básico:
    • Crie uma versão simplificada do produto que demonstre sua funcionalidade. Você pode usar ferramentas de design gráfico como Figma, Sketch ou Adobe XD.
    • O protótipo não precisa estar totalmente funcional; pode ser uma simulação interativa.
  • Apresentar seu MVP aos usuários:
    • Compartilhe o protótipo com seu público-alvo.
    • Observe como os usuários interagem com seu produto e se o consideram útil.
    • Compile feedbacks por meio de pesquisas, entrevistas ou análises de comportamento.
  • Iterar e melhorar:
    • Aproveite o feedback acumulado para criar novas versões do MVP. Considere adicionar novos recursos ou alterar os existentes com base nas preferências dos usuários.
    • Continue a modificar o MVP até chegar a uma solução completa e refinada.

Resumindo…

Um MVP não precisa ser perfeito. O importante é que ele permita que você teste sua ideia com usuários reais de forma rápida, evitando grandes investimentos. O feedback dos primeiros usuários irá ajudá-lo a descobrir se eles estão interessados em seu produto e a melhorar sua oferta, de forma que você lance um produto mais completo, refinado e ajustado às necessidades do mercado.

Se você quer aprender as melhores práticas de marketing e iniciar uma carreira profissional, na EBAC oferecemos o curso online de Marketing Digital. O curso inclui mais de 35 horas de videoaulas. Você pode assistí-las sempre que quiser, fazer as atividades práticas no seu próprio ritmo e ainda receber feedback individualizado. Ao finalizar o curso, você já contará com um projeto profissional em seu portfólio e, além disso, vai receber o certificado EBAC e terá acesso vitalício à plataforma.

Fica ligado! A EBAC também realiza webinars semanais que são abertos ao público e gratuitos. Ministrados por profissionais de diversas áreas e que atuam no mercado de trabalho, os webinars são uma boa pedida para quem quer enriquecer os conhecimentos. Confira a programação e aproveite!

Página inicial / Marketing
Equipe EBAC

O conteúdo

Curso de Marketing Digital

Domine o universo do Marketing Digital e conquiste grandes oportunidades neste mercado em constante ascensão.

Você vai aprender, na prática, como desenvolver campanhas de comunicação digital, planejamento de mídia e análise de dados, além de gerenciar projetos com suporte de metodologias ágeis. Saia na frente com um portfólio para apresentar nas próximas entrevistas e decolar na carreira.

6 meses
12x de
R$ 237,92
(parcelas sem juros no cartão de crédito)
Investimento pelo curso completo
R$ 2.855
R$ 5.710
Inscreva-se no curso
Compartilhe sua opinião
Notificar sobre comentários

Ou como convidado

Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se

Artigos Relacionados

17 out 2023
7 min
Uma publicitária no mundo dos games

Conheça a trajetória da estudante da EBAC Letícia Vitória que, apesar de não ter afinidade com a área de games, encarou o desafio de trabalhar numa agência especializada neste nicho.

17 out 2023
7 min
06 out 2023
9 min
Estudante da EBAC é uma das ganhadoras do Buu! Awards 2023

Maryna Gonçalves, após passar 10 anos na Polícia Militar, começou a sua transição de carreira para a área de redação publicitária com o pé direito. Confira o nosso bate-papo!

06 out 2023
9 min
03 out 2023
9 min
O que é um anúncio publicitário e como fazer um?

Explicaremos para você como criar um anúncio publicitário para que o público reconheça sua marca e compre seus produtos.

03 out 2023
9 min
22 set 2023
9 min
Que tipos de textos existem e para que servem?

Antes de escrever um texto, determine de que tipo será.

22 set 2023
9 min
12 set 2023
7 min
O que é um diagrama de Gantt e como fazê-lo?

Aprenda a como organizar seus projetos de forma eficaz com o diagrama (ou gráfico) de Gantt.

12 set 2023
7 min
11 set 2023
8 min
O que é benchmarking: para que serve e como fazer

Descubra como você pode levar seu negócio para o próximo nível usando o benchmarking.

11 set 2023
8 min