Vira História: “eu consegui o estágio na área de copywriting por conta do curso da EBAC”

Última atualização
02 out 2023
Tempo de leitura
7 min

Exercícios práticos, tutores atenciosos e variedade de professores foram os destaques do curso para Bruna Cichowitz, que mudou seu plano profissional. Hoje, ela está construindo sua carreira como copywriter

Contamos na semana passada, nas nossas redes sociais, a história da Bruna Cichowitz (20 anos). Estudante de Letras na Universidade de São Paulo (USP), ela entrou na graduação com o objetivo de atuar como docente, mas os seus planos mudaram de rumo ainda no início da sua carreira profissional.

Depois de decidir dar uma chance para a área de redação publicitária, Bruna se tornou estudante do curso de copywriting da EBAC. Hoje, ela faz estágio na Insider como copywriter e está realizada com a carreira que está construindo.

Bruna Cichowitz, estudante do curso de copywriting da EBAC

Nós conversamos com Bruna que nos contou um pouco mais sobre como o curso a ajudou a ter uma visão mais crítica em relação aos seus textos e quais são os seus próximos passos para continuar crescendo profissionalmente.

Frustração com a docência fez Bruna procurar por estágios na área de redação publicitária

“Eu entrei no curso de Letras com o objetivo de ir para a docência. Mas eu tive uma experiência na área e percebi que não era para mim. Fiquei meio perdida por causa disso e tive que ver outra coisa para fazer da minha vida.

Foi quando eu decidi pesquisar estágios na área de redação. Eu sabia que, por fazer Letras, também poderia ir para a área de redação publicitária. Aí eu encontrei um estágio num escritório de investimentos vinculado à XP Investimentos. Eles estavam começando e me contrataram para ser redatora.”

Copywriting não fazia parte do dia a dia e foi preciso buscar cursos na área

“Eu só tinha ouvido falar superficialmente de copywriting. Eu apenas sabia que tinha a ver com redação publicitária. Como no curso de Letras a gente não tem essa parte mais publicitária, eu pensei que seria uma boa ideia fazer um curso para eu realmente me especializar e conseguir seguir carreira nessa área. Esse é um setor mais valorizado e onde eu poderia conseguir uma estabilidade maior do que na docência.”

A EBAC era um nome conhecido e com boa referência

“Eu procurei por cursos de copywriting no Google e apareceu o da EBAC. Aí eu lembrei que já tinha ouvido falar da escola porque uma conhecida minha fez a graduação em Design Gráfico na instituição, e ela já tinha comentado no Instagram que o curso era muito bom.

Por causa dessa referência, eu pensei ‘bom, eu vou ver se realmente me interessa e se faz sentido’ e me inscrevi.

O que eu gostei muito, logo de cara, foi da apresentação. Quando eu entrei na página do curso, já vi que tinham muitos detalhes: informações sobre todos os módulos, o que eu iria estudar, quem eram os professores e quais eram as experiências deles. Eu já tive uma noção do que esperar do curso. Essa apresentação foi crucial para mim.”

Exercícios práticos, tutores atenciosos e variedade de professores são os destaques do curso

“O curso superou as minhas expectativas. Um dos pontos altos para mim é que a gente tem muita prática. Isso é muito interessante e torna o conteúdo mais palpável do que só ficar vendo o professor falar. Ao fazer exercícios para a Nike ou a Skittles, por exemplo, a gente consegue ter uma noção de como vai ser o dia a dia na área.

Eu gostei muito também porque os tutores são muito atenciosos. Tiveram vários exercícios que eu refiz diversas vezes, e os tutores nunca me deixaram desmotivada. Eles falavam ‘olha, isso aqui pode melhorar. Você tem uma boa ideia. Então, só falta conseguir desenvolvê-la para ter uma melhor apresentação’. Mesmo que você não consiga atingir o objetivo na primeira, na segunda ou na quinta vez, eles vão estar com você, te motivando e guiando pelo melhor caminho. Eu tive um suporte muito bom.

Outro ponto do curso que eu gostei muito é que ele traz outros professores em alguns módulos. Ter contato com outras visões e perspectivas foi muito importante. Às vezes, a gente vê a aula de um professor só e fica preso a uma visão e pensa ‘ah, o professor faz assim, então eu também tenho que fazer dessa forma’. Ainda mais para iniciantes, que não sabem muito bem para onde ir, é possível expandir o pensamento quando se tem outras visões.

No fim, o curso superou muito as minhas expectativas. Tanto é que eu indico a EBAC para os meus amigos, porque eu realmente gostei.”

O curso de copywriting foi determinante para conseguir a vaga de estágio

“Quando eu ainda estava no escritório de investimento, decidi procurar por outro estágio. Acabei me candidatando para uma vaga na área de Recursos Humanos, porque eu vi que precisava ter boa comunicação e um bom inglês, e eu me encaixava nesses requisitos.

Quando fui para a entrevista, eu falei para a recrutadora que fazia Letras e gostava muito de ler e de escrever. E ela me falou ‘você tem muita cara de marketing, então eu vou te colocar nesse setor. Como você também tem curso de copywriting, eu sei que você consegue escrever bem’.

No final, acabou que casou muito bem. Eles me chamaram e eu estou nesse estágio até hoje. Ou seja, eu consegui o estágio na área de copywriting por conta do curso da EBAC.”

A visão crítica em relação aos textos foi desenvolvida no curso

“Antes de fazer o curso, para mim, redação publicitária não divergia muito de uma redação científica que eu já fazia. Só depois dele eu descobri que realmente elas são diferentes. Foi no curso da EBAC que eu mergulhei nesse universo e foi ele que me deu embasamento para ter o pensamento crítico em relação ao que eu escrevo hoje.

Por exemplo, eu tive que fazer um artigo no trabalho sobre como o e-commerce poderia se beneficiar no Dia dos Namorados e como a Insider poderia ajudar a alavancar as vendas nesse setor. Antes de começar a escrever, eu já pensei: como eu posso fazer esse texto de uma forma que não seja chata? Eu não poderia escrever ‘venha e compre os nossos serviços’. Eu queria fazer de uma forma criativa, chamativa, legal e divertida.

Hoje em dia, é difícil fazer as pessoas lerem um texto. A gente tem que realmente tentar fisgar a atenção da pessoa desde o primeiro ‘A’ para que ela leia o texto até o final. Agora, eu leio um texto e consigo identificar se ele está chamativo e sei como fazer para deixá-lo mais atrativo, de uma forma que venda e sem ser de uma forma espalhafatosa também.

E essa visão mais crítica eu devo muito ao curso de copywriting. Como eu não faço o curso de publicidade, eu não tinha ainda o tato para esse texto mais publicitário. O curso da EBAC me deu esse direcionamento. Eu acho que sem ele eu não conseguiria.”

O conhecimento adquirido é aplicado no trabalho

“Como eu faço mais textos, é nessa área que eu aplico o que eu aprendi. E eu percebi que, com o curso, os meu textos ficaram melhores e me fez ter mais facilidade para produzi-los.

Eu lido todos os dias com textos, mas eu quero fazer roteiros também, mesmo que seja só por diversão. Eu achei muito legal essa parte de trabalhar com marcas e de ter esse repertório cultural até para conseguir aplicar esse conhecimento em outras áreas com que eu lido no dia a dia.”

plano é investir em outros cursos e construir uma carreira na área

“Eu fiz o meu portfólio com todos os exercícios do curso e eu quero me especializar na área. Eu até já adquiri outro curso da EBAC, o de SEO. Eu realmente quero me aprofundar nisso. Também vou fazer outro curso de copywriting voltado para marketing e vendas. Quanto mais eu me especializar, melhor vai ser porque eu realmente me encontrei na área.

Eu estava super perdida antes de começar o curso, não sabia mais o que iria fazer da vida, mas esse foi um grande acerto meu. Eu realmente me identifiquei, me encontrei e agora eu quero seguir na área.”

Confira os vídeos da Bruna que dividiu conosco a história sobre a sua trajetória profissional e falou da virada que deu na carreira:

Vira História – Episódio 1

Vira História - EP #01 - Bruna Cichowitz

Vira História – Episódio 2

Vira História - EP #02 - Bruna Cichowitz
Página inicial / Depoimentos
Bruna Montenegro

O conteúdo

Profissão: Copywriter

Domine as técnicas de copywriting e prenda a atenção dos leitores por meio de peças promocionais e posts nas redes sociais. Aprenda a escrever textos persuasivos e comunicar os valores de qualquer marca através do poder das palavras.

10 meses
12x de
R$ 457,08
(parcelas sem juros no cartão de crédito)
Investimento pelo curso completo
R$ 5.485
R$ 9.145
Inscreva-se no curso
Compartilhe sua opinião
Notificar sobre comentários

Ou como convidado

Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se

Artigos Relacionados

21 fev 2024
14 min
Plano de mídia: o que é e como criar um

Estabelecer uma comunicação efetiva com o público-alvo é parte essencial para o sucesso de uma empresa. Descubra como fazer isso!

21 fev 2024
14 min
08 fev 2024
6 min
EBAC recebe estudantes de marketing em seu escritório para workshop sobre soft e hard skills

Profissionais das áreas de Recursos Humanos e Marketing da EBAC compartilharam dicas com os estudantes para eles se destacarem no mercado de trabalho

08 fev 2024
6 min
16 jan 2024
10 min
Como ter resultados com marketing de influência

Entenda como funciona o trabalho de parceria entre empresas e influenciadores.

16 jan 2024
10 min
09 jan 2024
7 min
Branding e Performance como aliados para o sucesso do seu negócio

Entenda como juntar as estratégias de branding e de mídia de performance pode ser positivo para as empresas.

09 jan 2024
7 min
22 dez 2023
6 min
Pirâmide de Maslow: o que é a hierarquia de necessidades humanas

Entenda como uma teoria da psicologia criada no século XX pode ser aplicada até hoje nas áreas de marketing e recursos humanos.

22 dez 2023
6 min
22 nov 2023
13 min
Aos 45 anos, estudante da EBAC realiza sonho de trabalhar na área de TI

Rodrigo Rossetti Tozatti, estudante do curso Profissão: Engenheiro de Qualidade de Software, está integrando uma equipe de QA. Confira como foi a sua jornada profissional até aqui e inspire-se!

22 nov 2023
13 min