O que é um objeto na programação e para que serve?

Última atualização
05 out 2023
Tempo de leitura
5 min
Objeto na programação

Conheça o conceito do objeto na programação e aprenda a criar um para o seu programa.

Ao escrever um programa, é importante manter o código claro e legível. O paradigma da programação orientada a objetos (POO) permite simplificar programas complexos dividindo-os em unidades chamadas objetos. Usando os objetos, você poderá organizar o código, facilitar sua reutilização e construir sistemas modulares mais flexíveis.

O que é um objeto na programação?

Objetos em programação representam coisas no mundo real, bem como conceitos abstratos com suas características e comportamentos específicos. Um objeto tem sua estrutura interna que combina variáveis, funções e estruturas de dados. Usando o nome do objeto e a sintaxe de acordo com a linguagem de programação, você pode visualizar os valores do objeto e chamar as funções que ele predefiniu.

Os elementos de um objeto se dividem em duas categorias principais: propriedades e métodos.

As propriedades, também conhecidas como atributos, incluem informações sobre o objeto. Por exemplo, se considerarmos um objeto Carro, algumas de suas propriedades serão: cor, marca, modelo ou ano de fabricação.

Os métodos definem as operações que podem ser executadas no objeto. Por exemplo, para o objeto Carro, os métodos podem ser acelerar, frear ou virar.

Vejamos outros exemplos simples para ilustrar diferentes tipos de objetos:

  • Livro:
    • Propriedades: título, autor, editora, ano de publicação.
    • Métodos: abrir, fechar, ler.
  • Conta bancária:
    • Propriedades: número da conta, titular, saldo.
    • Métodos: depositar, retirar, consultar o saldo.
  • Pessoa:
    • Propriedades: nome, sobrenome, idade, gênero.
    • Métodos: comer, dormir, pensar, trabalhar.

Para que servem os objetos?

Para que servem os objetos

Fonte: Freepik

  • Os objetos permitem estruturar seu código em módulos autônomos. Cada objeto tem sua lógica interna e pode interagir com outros objetos através de interfaces definidas.
  • Podem ser reutilizados em diferentes partes do programa ou mesmo em outros projetos, evitando a necessidade de escrever código repetitivo.
  • Os objetos têm dados internos (propriedades) e instruções (métodos). Isso permite ocultar detalhes internos para obter um código claro e consistente, sem elementos repetitivos.
  • Podem ser desenvolvidos de forma independente, o que facilita a colaboração entre programadores. Cada membro da equipe pode trabalhar em objetos diferentes, desde que o mesmo formato seja respeitado.

Classes, objetos e instâncias

Fonte: Freepik

Um objeto é criado a partir de uma classe. As classes e os objetos são os conceitos mais importantes na programação orientada a objetos.

A classe é um modelo que define a estrutura e as características comuns de todos os objetos desse tipo. Você pode criar vários objetos a partir de uma única classe, cada um terá seus próprios valores e poderá executar as operações definidas por essa classe. A classe não ocupa espaço na memória do computador, enquanto um objeto ocupa, pois carrega dados.

Você também pode encontrar o termo “instância“. No contexto da POO, é sinônimo de objeto.

Como criar um objeto na programação?

Fonte: Freepik

Cada linguagem de programação já tem objetos integrados (built-in), que permitem executar processos padrão: por exemplo, fazer operações matemáticas ou gerenciar o calendário.

Você também pode criar seus próprios objetos que atendam às suas necessidades. Dependendo da linguagem de programação que você use, a sintaxe pode variar. Como exemplo, criamos um objeto com Python:

  • Usamos a palavra reservada class para criar a classe Produto.
  • Definimos suas propriedades (nome, preço, quantidade) e métodos (calcular_total, aplicar_desconto) com a palavra def como uma função. A palavra self representa o futuro objeto.
# Definição da classe
class Produto:
def __init__(self, nome, preço, quantidade):
self.nome = nome
self.preço = preço
self.quantidade = quantidade
def calcular_total(self):
total = self.preço * self.quantidade
print(total)
def aplicar_desconto(self, desconto):
novo_preço = self.preço * desconto
print(novo_preço)
  • Criamos um objeto ‘meu_produto’ a partir da classe e demos a ele os atributos correspondentes.
# Criação de um objeto
meu_produto = Produto(‘Camisa’, 25.50, 10)
  • Acessamos as propriedades e métodos através do ponto “.”.
# Acesso a propriedades
print(nome)
Camisa
print(preço)
25.50
print(quantidade)
10
# Acesso aos métodos
meu_produto.calcular_total()
225.0
meu_produto.aplicar_desconto(0.5)
12.75

Resumindo…

  • Objetos em programação são uma forma de representar coisas ou conceitos no contexto de um programa.
  • Permitem a criação de um código minimalista a partir de módulos reutilizáveis.
  • Uma classe define as propriedades e os métodos que caracterizam um objeto.
  • Cada objeto (instância) criado a partir dessa classe terá seus próprios valores específicos e poderá executar ações definidas pelos métodos.

Se você quer iniciar sua carreira na programação, mas ainda não sabe no que se especializar, na EBAC convidamos você para o curso de TI do Zero ao Pro. Você conhecerá as bases das quatro profissões mais demandadas e continuará seus estudos naquela que mais te animar. O formato online permite que você faça atividades práticas no seu próprio ritmo, recebendo feedback individualizado. Após a conclusão do curso, você receberá um certificado EBAC e terá acesso vitalício à plataforma. Além disso, como nosso aluno, você desfrutará de 1 mês de inglês gratuito e contará com o apoio do Centro de Carreira.

Participe dos webinars! Você sabia? A EBAC realiza, semanalmente, eventos online que são ministrados por profissionais renomados do mercado de trabalho e o melhor: eles são abertos ao público e gratuitos! Então, confere aqui a nossa agenda dos webinars da área de Programação & Data e aproveite!

Página inicial / Programação & Data
Equipe EBAC

O conteúdo

Curso de TI online para iniciantes

No curso, você vai se aprofundar nas 5 profissões mais populares da TI e, então, poderá escolher aquela que gostou mais.

12 meses
12x de
R$ 415,83
(parcelas sem juros no cartão de crédito)
Investimento pelo curso completo
R$ 4.990
R$ 9.980
Inscreva-se no curso
Compartilhe sua opinião
Notificar sobre comentários

Ou como convidado

Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se

Artigos Relacionados

21 jun 2024
8 min
Da arquitetura para a ciência de dados

Após passar por diversas experiências profissionais, o estudante da EBAC, Paulo Brunini, de 43 anos, está focado em entrar na área de ciência de dados. Confira como foi a sua trajetória até aqui!

21 jun 2024
8 min
14 jun 2024
10 min
Qual é a diferença entre machine learning e deep learning?

As duas tecnologias são usadas cada vez mais nas empresas mundo afora. Saiba mais a respeito delas

14 jun 2024
10 min
03 jun 2024
16 min
Ataques cibernéticos: o que você precisa saber

Descubra o que são ataques cibernéticos e por que é importante as empresas adotarem medidas para se protegerem contra eles

03 jun 2024
16 min
21 maio 2024
11 min
O que é cibersegurança?

O que é cibersegurança e como funciona. Quais são os tipos de cibersegurança e como proteger sua informação. Demanda por profissionais de cibersegurança e qual curso fazer para se tornar um.

21 maio 2024
11 min
16 maio 2024
8 min
EBAC na Campus Party Brasília

A EBAC marcou presença em mais uma edição de um dos maiores eventos da área de tecnologia do mundo. Confira como foi!

16 maio 2024
8 min
Como fazer a transição de analista de dados para cientista de dados?

Saiba quais são as diferenças entre essas profissões e entenda o que é preciso aprender para entrar na área de Ciência de Dados

02 maio 2024
8 min