Como as marcas podem ser relevantes dentro do TikTok

Última atualização
03 out 2023
Tempo de leitura
10 min

Entenda o comportamento dos usuários e saiba quais dicas a brand strategist do TikTok Carolina Lopes deu para que as marcas se tornem relevantes na plataforma

O TikTok é uma plataforma de vídeo e de entretenimento. Com mais de 61 milhões de usuários ativos no Brasil, a rede social já faz parte do dia a dia de muitas pessoas dentro e fora do país. Por conta disso, as marcas também estão cada vez mais presentes na plataforma. Esta é uma maneira que elas têm de ficar mais perto do seu público e de conquistar novos consumidores.

E foi justamente sobre isso o conteúdo do último EBAC Talks, que aconteceu em novembro e recebeu o título de Últimas tendências para considerar na sua estratégia de Social Media Marketing. Aqui neste texto, destacamos o que foi abordado no evento pela brand strategist do TikTok Carolina Lopes, que falou sobre o comportamento dos usuários da rede social e também deu algumas dicas práticas para que as marcas se tornem relevantes dentro da plataforma.

Tela cheia, áudio e feed: as características do TikTok para uma experiência imersiva

Ser uma plataforma de entretenimento é um dos principais objetivos do TikTok, que está sendo alcançado com sucesso. Não é por acaso que, em 2021 e 2022, os brasileiros passaram 14 e 20 horas semanais, respectivamente, na rede social.

“Dois em cada três usuários dizem que o TikTok é a melhor plataforma de entretenimento. E a gente tem um comportamento muito específico deles. A gente fala que as pessoas conferem redes, mas assistem ao TikTok. Assistir ao TikTok é o verbo que melhor define o comportamento dessa audiência”, contou Carolina.

Ainda de acordo com Carolina, três características da plataforma influenciam esse comportamento dos usuários: tela cheia, áudio e feed.

A experiência de tela cheia permite que os usuários foquem no conteúdo do vídeo que está sendo mostrado. Não há disputa de conteúdos numa mesma tela e isso ajuda a prender a atenção das pessoas.

O áudio é outra característica. Segundo Carolina, 93% das pessoas assistem ao TikTok com o som ligado, portanto, esse é um elemento importante e de destaque dentro da plataforma.

Por último, Carolina destacou o feed do TikTok, também conhecido como for you ou para você. “O TikTok entrega os conteúdos que mais fazem sentido para quem está assistindo aos vídeos da plataforma. Tudo isso ajuda numa descoberta ativa dos usuários por novos conteúdos, produtos, serviços e marcas o tempo inteiro”, conta Carolina.

Por conta dessas características, a experiência do usuário na rede social acaba sendo imersiva.

Usuários como produtores de conteúdo e o community commerce

Até pouco tempo atrás, a produção de conteúdo na internet era feita por poucas pessoas. Elas ditavam as tendências e, depois, a moda era massificada. Mas, atualmente, este cenário está mudando.

“Hoje, com a democratização do acesso à internet, a criatividade acabou sendo democratizada também. E isso faz com que a cultura e a moda façam um movimento bottom-up (de baixo para cima)”, explica Carolina.

Um exemplo de uma tendência bottom-up, de acordo com Carolina, foi um movimento no TikTok chamado Gucci Model Challenge. Neste caso, uma pessoa comum fez um conteúdo onde explicava o processo para se tornar uma modelo da marca Gucci de forma humorada.

“O áudio da usuária gerou tanto interesse das pessoas que foi crescendo a ponto da própria Gucci entender que era um movimento grande e que eles precisavam entrar nesse desafio e chancelar esse movimento. Isso é um exemplo de uma tendência bottom-up”, explica Carolina.

No TikTok não é preciso ter milhares de seguidores nem ser famoso para que um conteúdo tenha audiência e viralize. Pessoas comuns conseguem produzir conteúdo e alcançar um grande público dentro da plataforma.

Por essa característica, em que usuários têm o poder de definir os produtos que vão viralizar e o que merece a atenção das pessoas, surgiu um fenômeno chamado community commerce que é o comércio definido pela comunidade.

“As marcas têm aí uma oportunidade de adotar essa criatividade bottom-up a favor delas. Então, ouvir constantemente os usuários e se inspirar por essas pessoas pode ser um movimento muito interessante para trabalhar criação e marketing atualmente. A gente tem aí, por exemplo, as opções de responder comentários, explorar tendências e monitorar o que falam da marca”, conta Carolina.

Conteúdo produzido no TikTok incentiva o consumo de produtos e serviços

O community commerce do TikTok vem revolucionando a jornada de consumo através do entretenimento.

Por conta da comunidade ativa que faz reviews de produtos e serviços de forma espontânea, as marcas estão conquistando, indiretamente, novos clientes que assistem a esse tipo de conteúdo.“A gente vê que praticamente um em cada quatro usuários (…) descobriu produtos no TikTok e foi comprar imediatamente”, explica Carolina.

O TikTok é uma fonte de descoberta para os usuários. De acordo com Carolina, o TikTok não é sobre escolher entre vender ou entreter dentro da plataforma. É sobre vender por meio do entretenimento.

Uma prova disso são as hashtags #tiktokmakemebuyit e #tiktokmefezcomprar. Através delas, que já tem bilhões de visualizações, os usuários mostram para a comunidade quais produtos ou serviços conheceram através da plataforma e da qual agora são clientes.

Fonte: TikTok
Fonte: TikTok
Fonte: TikTok

Dicas para as marcas conseguirem relevância no TikTok

As marcas que estão ou querem estar no TikTok podem seguir algumas dicas para que a sua presença na plataforma seja relevante. Descobrir a comunidade da sua marca; interagir com seguidores; apostar em trilha sonora; aproveitar tendências; adaptar o conteúdo para TikTok; e inspirar a cocriação são algumas delas, de acordo com Carolina.

  • Descobrir a comunidade da sua marca

As tendências no TikTok são ditadas pelos usuários ativos que diariamente produzem conteúdo para a plataforma e que, por sua vez, pode viralizar do dia para a noite. Essa característica pode ser positiva para as marcas.

“A gente vê que, quando as marcas embarcam nas tendências e nas comunidades que existem no TikTok, os brand lovers (amantes da marca) aparecem. Então, ao descobrir onde a paixão da comunidade se conecta com o valor e missão da marca é onde você consegue criar conexão com essas pessoas e construir relevância e resultados de negócio”, pontua Carolina.

Um exemplo de sucesso foi o case da marca Dove. Com a filosofia da real beleza, a marca encontrou a comunidade body positivity ou positividade do corpo, em tradução direta, onde as pessoas ficam à vontade para mostrar seus corpos reais. “A partir disso, a Dove lançou uma hashtag para celebrar a beleza sem edições (…). Eles realmente entenderam a cultura da comunidade e o comportamento da plataforma que fazia muito sentido para eles”, explica Carolina.

  • Interagir com os seguidores

Uma outra dica que Carolina dá é para que as marcas não deixem de interagir com o seu público. Responder comentários, fazer repost de conteúdo, saber o que o público está querendo assistir e transformar essas ideias em conteúdo são formas de fazer essa interação e, consequentemente, valorizar a sua comunidade.

Um exemplo disso é o que a empresa Little Caesars Pizza fez. A partir de um comentário pedindo para que eles fizessem um forte com as caixas de pizza, eles atenderam ao pedido e o engajamento foi alto.

  • Apostar na trilha sonora

O som faz toda a diferença nos vídeos do TikTok para o público em geral. Por conta disso, uma recomendação, de acordo com Carolina, é que as marcas prestem atenção nesse item para os seus vídeos.

“O som é muito importante dentro do TikTok. Então, ele deve ser pensado desde a composição inicial da peça, não só depois. (…) Quando eu falo trilha sonora, eu não falo de faixa de música. Pode ser isso também, mas pode ser um jingle da marca, um bordão que faça sentido ou até um ASMR (Autonomous Sensory Meridian Response) que está bombando na plataforma”, explica Carolina.

  • Aproveitar tendências

Uma outra dica é aproveitar as tendências da plataforma. Encontrar uma trend que faça sentido para a marca e produzir conteúdo baseado nela é uma receita que pode dar certo e alavancar o engajamento.

Uma ferramenta que ajuda a monitorar os movimentos que estão em alta é o Creative Center. Gratuito e de fácil acesso, o site mostra as principais tendências atuais da plataforma, os áudios que estão sendo usados e os anúncios que estão viralizando, por exemplo. Tudo isso pode servir como referência para as empresas produzirem seu conteúdo de forma estratégica e que combine com a linguagem usada no TikTok.

Mas, para dar certo, Carolina faz um alerta: é preciso ter consistência. “Não adianta você entrar em uma trend específica e depois abandonar o canal e a sua comunidade. Consistência é um ponto muito chave dentro do TikTok”, aconselha Carolina.

  • Adaptar o conteúdo para o TikTok

Algumas vezes, a área de marketing da empresa recebe vídeos prontos para serem divulgados em suas redes sociais. Apesar de saber que isso acontece, Carolina reforça a importância da produção de conteúdo que combine com o TikTok e passe a impressão de que foi feito, de fato, para a plataforma.

“Uma outra dica é adaptar o conteúdo para o TikTok, através das ferramentas nativas para deixar a peça com a cara da plataforma que vai engajar mais as pessoas. Usar recursos como a narração, stickers e as transições que são icônicas do TikTok são algumas opções. É realmente abrir o celular e editar na ferramenta mesmo”, diz Carolina.

  • Inspirar cocriação

Outra maneira de engajar a audiência é fazer criações junto com os fãs. A opção de cocriação permite que as empresas façam conexões com quem gosta, é fã da marca ou quer fazer parte da comunidade.

Para isso, o TikTok tem ferramentas específicas, como é o caso da função costurar – que permite que as pessoas façam montagens com os clipes de outros usuários da rede social – ou até mesmo engajar e incentivar os comentários dos fãs nas publicações.

O TikTok vem se tornando cada vez mais popular, não só entre o público mas também entre as marcas. Para elas, há diversas possibilidades para popularizar seus produtos e serviços. Para dar certo, porém, as marcas precisam adotar estratégias e ter consistência para alcançar os seus objetivos de negócio. As marcas que já estão adotando essas posturas estão alcançando resultados, e a tendência é que essa presença de marcas na plataforma aumente.

Quer conferir o EBAC Talks na íntegra? Clique aqui ou assista ao vídeo abaixo!

EBAC Talks |Últimas tendências para considerar na sua estratégia de Social Media Marketing
Página inicial / Negócios
Bruna Montenegro

O conteúdo

Social Media Manager

Destaque-se em uma das carreiras mais promissoras do momento. Você aprenderá a produzir conteúdos envolventes para seus seguidores, a criar anúncios eficientes em diversas plataformas e a promover negócios, marcas e personalidades nas mídias sociais.

49 horas
12x de
R$ 362,92
(parcelas sem juros no cartão de crédito)
Investimento pelo curso completo
R$ 4.355
R$ 10.890
Inscreva-se no curso
Compartilhe sua opinião
Notificar sobre comentários

Ou como convidado

Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se

Artigos Relacionados

17 maio 2024
15 min
O que é e-commerce, como funciona e quais as vantagens?

Neste guia, você vai encontrar todas as informações sobre e-commerce.

17 maio 2024
15 min
09 jan 2024
15 min
Retrospectiva EBAC 2023

Confira quais foram os projetos e eventos da EBAC que se destacaram ao longo deste ano.

09 jan 2024
15 min
O que é e como elaborar uma Análise PEST

Entenda por que a Análise PEST é uma ferramenta importante para ser usada nas tomadas de decisões de uma empresa

15 dez 2023
8 min
10 nov 2023
9 min
Giro nos eventos da EBAC

Confira um resumo dos principais eventos que a EBAC realizou e dos quais participou em Outubro e no começo de Novembro

10 nov 2023
9 min
31 out 2023
6 min
EBAC na Educa Week 2023

O co-fundador da EBAC, Alex Avramov, marcou presença na 8ª edição de um dos maiores eventos educacionais do Brasil.

31 out 2023
6 min
15 set 2023
7 min
O que é controle de qualidade e para que serve?

Descubra o que fazer para manter impecável a qualidade dos seus produtos.

15 set 2023
7 min