Institucional

É possível aprender artes criativas remotamente?

A resposta é sim. Em entrevista com Cezar Sperinde, designer instrucional da EBAC, ele conta como as áreas de audiovisual, design e moda se adaptam perfeitamente ao ensino on-line

15 de julho, 2022

O ensino on-line das artes criativas está ganhando notoriedade, principalmente depois da pandemia. Os cursos da EBAC desta área, por exemplo, vêm despertando o interesse de diferentes pessoas: tanto de quem quer aprender novas habilidades, quanto de quem quer trocar de profissão.

Para saber mais sobre o ensino on-line das artes criativas na EBAC, entrevistamos o designer instrucional e artista visual Cezar Sperinde. Ele já trabalhou como professor dos cursos de artes criativas na graduação britânica da EBAC e trouxe toda a sua experiência do ensino presencial para o on-line.

Quais são os cursos que englobam a área de artes criativas?

A arte criativa é tudo aquilo que envolve audiovisual, moda e utiliza a criatividade. Então, os cursos da EBAC que estão nas verticais de design, audiovisual e fashion são considerados da área de artes criativas.

No design, por exemplo, temos vários cursos como o de Designer Gráfico, Ilustração e Caligrafia e Lettering. Nessa vertical também temos cursos que têm a ver com arquitetura, como é o caso do curso de Visualização 3D para Arquitetura e Interiores e Urbanismo.

Na área de audiovisual, temos cursos como o de Artista 3D para Filmes e Séries, Sound Designer e Produção Musical. Já na parte fashion, temos cursos como o de Personal Stylist e de Gestão de Negócios de Moda.

Então, são essas três verticais, as quais possuem diversos cursos, que estão na área de artes criativas.

Você já trabalhou com ensino presencial dos cursos da área criativa. De que forma você traz essa sua experiência para o ensino on-line da EBAC?

Eu trabalhei durante cinco anos dando aula no curso de Foundation (preparatório para graduação em arte e design) da graduação britânica da EBAC. Durante a pandemia, eu me tornei o designer instrucional dos cursos on-line de artes criativas.

Então, eu acabo trazendo toda essa experiência desse sistema de ensino do Foundation, que era um curso diário, em que as pessoas estavam na escola produzindo projetos e trabalhando de forma independente. E é mais ou menos o que acontece nos cursos on-line.

Os cursos de artes criativas são bem mão na massa, onde a teoria é voltada para a construção de projetos reais que os estudantes podem incluir no portfólio. Os conteúdos são entregues de forma que, a cada módulo, eles consigam adquirir habilidades para fazer a atividade que é pedida. Então, são cursos baseados em projetos e não somente na teoria.

Além disso, cada aluno acaba fazendo um trabalho diferente do outro porque eles trazem as suas próprias ideias. Eles têm a liberdade de criar projetos autorais que tenham a ver com áreas do seu próprio interesse. Então, eu trago muito do ensino presencial e faço adaptações para o ensino a distância.

As pessoas têm receio de fazer cursos da área de artes criativas de forma virtual?

Isso é bem curioso porque, antes da pandemia, muita gente estava acostumada a procurar cursos de artes criativas que tivessem um professor para orientar presencialmente. O curso de ilustração, por exemplo, era um deles. Mas, depois da pandemia, o interesse por cursos remotos cresceu bastante.

Então, esse receio que existia, hoje a gente prova na prática que não existe mais. As pessoas mostram bastante interesse nos nossos cursos dessa área. Elas se permitiram adquirir esses cursos e fazê-los nesse formato. Isso quebra esse estigma de que algumas coisas não dão para se aprender on-line.

As pessoas que, antes da pandemia, não iriam gostar ou tinham receio de fazer esse tipo de ensino on-line, hoje elogiam os nossos cursos.

Na EBAC, há também a preocupação em oferecer cursos profissionalizantes?

Os cursos on-line de práticas artísticas que encontramos no mercado são mais voltados a ensinar o aluno a mexer em softwares como photoshop ou illustrator. Como o curso já é on-line, faz sentido ensinar a pessoa a mexer em plataformas digitais.

E aqui na EBAC, não temos só os cursos de software. No nosso caso, temos cursos também no modelo mais profissionalizante como é o caso do de Ilustração (confira o trailer abaixo). Antes, seria mais natural para alguém que quisesse aprender a ilustrar manualmente ou a ser um ilustrador procurar por cursos presenciais.

Mas o curso da EBAC aborda a prática manual da ilustração e também a digital. O estudante tem contato com várias técnicas de ilustração (grafite, aquarela, lápis de cor) e faz projetos em softwares como Adobe Illustrator e Adobe InDesign, além de ter a oportunidade de fazer consultoria especializada e assessoria em emprego.

Informações sobre o curso de Ilustração da EBAC, uma carreira que está em ascensão.

Quais são os benefícios de aprender artes criativas de forma on-line?

Falando sobre os cursos que a gente desenha, um dos benefícios é que, pelas aulas serem em vídeo, o aluno tem o domínio de pausar a aula, voltar a assistir quando quiser. Se não entender um assunto, ele pode colocar o vídeo de novo. A ferramenta do vídeo vira um documento do processo do projeto que ele está fazendo.

Nos cursos, o aluno também pode administrar o tempo para os seus estudos. Isso é uma coisa muito boa do formato on-line de ensino, principalmente quando a gente fala de artes criativas. Porque os projetos da área demandam um tempo a mais, uma dedicação mais longa para se criar a tarefa ou projeto de cada módulo. Ele pode assistir às aulas na hora que quiser e, depois, organizar o tempo dele.

Além disso, na maioria dos nossos cursos de artes criativas, o aluno termina com um portfólio construído a partir do resultado dos seus trabalhos autorais. Com esse portfólio, ele já pode se apresentar como profissional e procurar por vagas de emprego. Ou seja, ele finaliza o curso da EBAC com ferramentas concretas para sair trabalhando. Esse é o grande diferencial dos nossos cursos.

A tutoria também é uma vantagem, não é?

Diferente de outras áreas que trabalham com certo e errado como na área de exatas - uma programação, por exemplo, está certa ou errada -, nas artes criativas temos alguns conceitos mais abstratos, com uma zona mais flexível para avaliação.

Então, nos nossos cursos dessa área, os tutores seguem um padrão de correção de tarefas, mas como eles também têm conhecimento aprofundado, eles vão além de falar se o estudante atingiu ou não o objetivo da atividade. Os tutores conseguem fazer um feedback mais subjetivo do trabalho já que não tem certo nem errado, bonito nem feio.

Além de falar do desempenho do estudante, o tutor é mais generoso e consegue dar um feedback personalizado e também a sua opinião em relação ao trabalho do aluno.

O mercado de trabalho aceita bem profissionais que fazem cursos on-line em áreas criativas?

Essa questão é bem interessante porque não interessa para o mercado de trabalho se a pessoa fez um curso on-line, presencial, graduação, curso técnico ou curso livre. Para o mercado das áreas criativas, o mais importante é o portfólio do aluno.

Por isso, nos cursos da EBAC, a gente se preocupa e foca para que o aluno termine o curso com um portfólio ou com algum material que ele possa colocar em seu portfólio profissional para poder abrir portas no mercado de trabalho. A questão dos locais em que ele fez o curso fica em um lugar mais secundário ou terciário.

Referências de projetos que os estudantes do curso Profissão: Designer Gráfico poderão fazer

Conheça os cursos da área de artes criativas da EBAC!

A EBAC oferece mais de 60 cursos na área de artes criativas. Distribuídas nas verticais de design, audiovisual e fashion, há cursos para quem quer aprender novas habilidades ou até trocar de área profissional.

Se você sempre teve vontade de fazer um curso da área, este é o momento! Aproveite para conhecer os nossos cursos e, caso apareça alguma dúvida, não deixe de entrar em contato com os nossos consultores através do WhatsApp. Eles estão prontos para ajudar você!