O que faz um full stack designer e como se tornar um?

Última atualização
25 jan 2024
Tempo de leitura
6 min
Full stack designer

Requisitado pelas empresas, esse profissional domina diferentes áreas do design

Nós já falamos por aqui da profissão de desenvolvedor full stack. Mas você sabia que também existe a de full stack designer? Atualmente ela está em alta na área digital e não é à toa: existem poucos profissionais mais completos dentro da área de web design.

Quer saber por quê? Neste artigo, vamos destrinchar os aspectos da profissão: perspectivas de carreira, atribuições, conhecimentos técnicos e tarefas de um dia comum de trabalho.

O que é um full stack designer?

Segundo João Carvalho, product designer na Microsoft e professor do curso UX/UI designer da EBAC, “esse profissional se envolve em todas as etapas do processo de design de experiência do usuário – da pesquisa à implementação. Ele tem habilidades em várias áreas, incluindo design de interface do usuário (UI), design de experiência do usuário (UX), conhecimento em desenvolvimento web e gerenciamento de projetos de maneira geral. Além disso, ele é capaz de trabalhar em vários aspectos de um projeto, incluindo design, codificação e pesquisa”.

Em resumo, esse profissional desafia a divisão que existe entre design e desenvolvimento web, ao unir conhecimentos em UX e UI design e em front-end.

Agora que já temos uma pincelada geral, vamos nos aprofundar nos detalhes?

O que o full stack designer faz?

Fonte: Freepik

Algumas das atividades que este especialista desenvolve em seu dia a dia incluem:

Pesquisa e análise: o profissional deve buscar entender as necessidades do usuário para criar o design da aplicação de forma mais assertiva.

Design de interface do usuário (UI): o especialista cria layouts e elementos de interface da aplicação, de forma que eles sejam atraentes e intuitivos para os usuários.

Design de experiência do usuário (UX): através de prototipagem e testes, o profissional constrói a melhor jornada possível para o usuário.

Desenvolvimento front-end: ele também deve saber implementar os designs à aplicação utilizando HTML, CSS e JavaScript.

Otimização e manutenção: também é de sua responsabilidade buscar formas de melhorar o desempenho da aplicação, além de realizar manutenção contínua.

Colaboração: o profissional também precisa trabalhar lado a lado com diferentes equipes dentro da organização, como marketing e administrativo.

Atualização tecnológica: a tecnologia é uma área de constantes mudanças, então é importante que ele se mantenha atualizado sobre as tendências e tecnologias emergentes.

As vantagens de se tornar um full stack designer

Fonte: Freepik

Pelo que falamos até aqui, deve ter dado para perceber que se tornar um profissional que domina várias áreas é algo que exige trabalho e estudos, e este é um esforço que vale a pena. Vamos falar um pouco das principais vantagens de seguir nessa profissão?

  • Maior procura pelo mercado

Segundo João Carvalho: “um profissional dificilmente vai trabalhar em todas as áreas do projeto, mas é muito valorizado quando se tem alguém que consegue navegar em diferentes áreas”.

Como o full stack designer possui conhecimentos em mais de uma área, ele pode agregar para a empresa o conhecimento de múltiplos profissionais. Não é difícil de entender por que as empresas procuram por esse perfil de profissional.

  • Opções para redirecionamento de carreira

Apesar de ter capacidade de lidar com todas as etapas do desenvolvimento de uma aplicação, se o full stack designer quiser ou a empresa oferecer uma vaga, é possível que ele fique focado em uma área específica. É um movimento de carreira muito mais simples do que o contrário, como alguém especializado em UX querer migrar para front-end e vice-versa.

  • Interação e integração de equipes

Por trabalhar com design e desenvolvimento, esse profissional é capaz de dialogar e integrar diferentes equipes. Isso oferece a oportunidade tanto de expandir sua rede de networking dentro da empresa quanto de assumir um papel importante no projeto.

O que você precisa saber para se tornar um full stack designer?

A versatilidade está no DNA da profissão. Como dissemos, ser capaz de trabalhar em todas as etapas do desenvolvimento de uma aplicação significa que o profissional precisa saber fazer a parte de UX/UI, além da programação front-end. Para conseguir transitar entre as diferentes etapas de desenvolvimento, também é interessante que o profissional tenha noções de gestão de projetos.

Além de tudo isso, outras habilidades que podem ajudar um profissional a crescer na carreira incluem:

  • Conduzir pesquisas com usuários para aprimorar o projeto;
  • Conduzir sessões de brainstorming com as equipes;
  • Saber trabalhar com conceitos de marketing como personas e journey maps;
  • Fazer apresentações para stakeholders.

Ou seja, enquanto um designer tem uma visão mais segmentada do projeto, o full stack precisa de um leque maior de habilidades para ver o projeto como um todo e cuidar da sua execução do começo ao fim.

Como se tornar um full stack designer?

O primeiro passo é começar a aprofundar seus conhecimentos de UX e de UI, além de desenvolvimento front-end. Um caminho é buscar um curso que ofereça uma base sólida e um panorama geral da profissão.

Pensando em quem quer entrar na área, a EBAC oferece o curso Profissão: Full Stack Designer, com mais de 80 horas de aula, no qual os alunos aprendem com professores atuantes na área, com passagem por grandes empresas como Microsoft, SumUp, IBM, Samsung e XP Investimentos.

Além do conhecimento teórico, qualquer aspirante a full stack designer precisa colocar em prática o que sabe e criar projetos práticos. O curso da EBAC leva isso muito a sério e oferece a oportunidade do estudante entregar tarefas e receber feedbacks personalizados.

Por fim, outro passo muito importante é se relacionar com outras pessoas na área para trocar experiências e receber dicas para os projetos.

Torne-se um full stack designer!

O full stack design é uma área que mistura criatividade e tecnologia, ideal para quem gosta de estudar, está sempre atualizado em tendências e quer um trabalho em que possa atuar em diferentes funções para tocar um projeto do começo ao fim. É uma área desafiadora, criativa e divertida. Quer dar esse primeiro passo? Vem saber mais sobre o nosso curso!

Página inicial / Design
Equipe EBAC

O conteúdo

Profissão: Full Stack Designer

Torne-se um profissional completo capaz de trabalhar com habilidades de UX/UI e Front-end. Você vai aprender desde a criação da interface até a programação de produtos digitais. Aumente as suas chances de empregabilidade numa das áreas mais promissoras do mercado e se destaque como um Full Stack Designer.

14 messes
12x de
R$ 492,50
(parcelas sem juros no cartão de crédito)
Investimento pelo curso completo
R$ 5.910
R$ 9.850
Inscreva-se no curso
Compartilhe sua opinião
Notificar sobre comentários

Ou como convidado

Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se Cadastre-se

Artigos Relacionados

09 jan 2024
11 min
O que é identidade visual?

Entenda qual a importância e os benefícios de uma identidade visual para uma empresa e como desenvolver uma.

09 jan 2024
11 min
23 dez 2023
6 min
O que é e no que consiste o design editorial?

Seus textos vão se tornar mais interessantes e fáceis de ler, se você pensar em cada elemento visual da apresentação dele.

23 dez 2023
6 min
17 dez 2023
8 min
O que faz um ilustrador e como se tornar um

Um ilustrador capta a essência visual de um texto e ajuda o leitor a processar a informação

17 dez 2023
8 min
11 dez 2023
5 min
Estudantes da EBAC participam de workshop no escritório da Adobe

Com foco na Adobe MAX 2023, os estudantes da EBAC ficaram por dentro das atualizações que estão sendo implementadas nas ferramentas da Adobe

11 dez 2023
5 min
27 nov 2023
8 min
5 geradores de imagens com IA que você precisa conhecer

Pinte um quadro sem usar pincel nem tinta.

27 nov 2023
8 min
21 nov 2023
8 min
O que é teoria das cores e onde ela pode ser aplicada?

Entenda os conceitos básicos da teoria das cores

21 nov 2023
8 min